sábado, 31 de outubro de 2009

Estive fora por uns dias...e que prazer tive ao voltar!


Estive fora por alguns dias...e que prazer tive em voltar, e ver quantos amigos estiveram presentes, deixando sua marca por aqui...sim, as postagens, as deixei programadas, pra que o blog não ficasse sem novidades...
Gostaria de agradecer a todos os visitantes (responderei aos poucos todos os coments), e dar as boas vindas àqueles que vieram pela primeira vez, deixar meu abraço carinhoso a cada um de vocês, que são especiais e que tornam esse ensaio de blog um lugar tão querido pra mim a cada dia!

A você Pierre, agradeço de coração a indicação, te peço paciência, prometo que assim que der "uma respirada" vou lá pra poder recebê-la com mérito!
Merci beaucoup!!!!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Salmão e Gorgonzola

Uma combinação que ainda não tinha sido experimentado...
Salmão e gorgonzola...sabores fortes e marcantes...mas que juntos se deram muito bem!
O purê de barôa é pra dar uma "quebrada", pra suavizar a coisa...
Digo só que ficou foi bomdemaisdacontamesmo!
Quem comeu gostou...
A receita? Pardon mon ami, fui fazendo tudo no "olhômetro"...mas façamos uma tentativa:

Filé de salmão temperado como você gostar (sal,pimenta,noz moscada,vinho branco) mas cuidado, lembre-se que o gorgonzola já é bem salgado...
Eu prefiro fazer na grelha, garantia de menos gordura, mas se você gosta, coloque o seu no forno,ou na sua frigideira, dá na mesma...

O molho é assim:
Creme de leite fresco e queijo gorgonzola amassado...na proporção de uns 300/350g de queijo pra 500ml de creme fresco. Levar ao fogo fraco até ferver e formar um molho grosso e encorpado.

E o purê? Uai, fácil demais...vamos colocar um meio quilo de batata barôa pra cozinhar, amassamos, juntamos aí uma boa colherada de manteiga, e um pouco daquele creme fresco que sobrou lá do molho... sal, noz moscada (não vivo sem ela!) Levamos ao fogo pra apurar e no final eu coloco queijo parmesão ralado pra dar um "tchan"

Monte seu prato conforme seu talento e bon apétit!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Rosbife recheado com queijo coalho

Um maravilhoso rosbife, receita da Lu 

Ingredientes

1 filet Mignon de 1 kilo limpo.
4 bastões de queijo de coalho.
1 colher sopa de alho
1 ramo de alecrim
2 colheres de sopa de azeite de oliva
2 colheres de sopa de manteiga de garrafa
1 copo de vinho tinto
Sal

Como Fazer: 
Com uma faca abra o filet até obter um bife grande. Tempere com alho e sal, recheie com o queijo e enrole como rocambole amarrando firmemente com um barbante. Coloque o ramo de alecrim embaixo do barbante. Aqueça o óleo e a manteiga de garrafa em uma frigideira grande. Frite o roast beef de todos os lados rolando-o até dourar bem. Retire do fogo, junte o vinho tinto. Raspe bem o fundo da frigideira e passe o filet para uma assadeira cobrindo com o vinho. Leve ao forno 180º graus por 20 minutos. Sirva quente.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Peras em forma de...pequenos buddhas

São as Buddha Pears...uma forma de bonsai inventada pelo fazendeiro chinês Gao Xianzhang





Ele utiliza pequenos moldes de plástico, onde as pequenas peras vão crescendo e tomando a forma de pequenos e pacíficos lamas


Gao passou seis anos aperfeiçoando os seus bebês pêra, elaborarando cuidadosamente cada uma que cresce dentro do molde individual.

Apesar de seu custo alto, em torno de £ 5 cada, moradores em sua aldeia natal, Pé, no Hebia, norte da China, foram a sua procura.

"As pessoas parecem pensar que eles são bonitos ou dão sorte e vêem comprá-los logo que eles estão fora da árvore", explicou Gao.

Agora Gao já pensa em exportar as perinhas buddha para o mercado europeu e americano.


domingo, 25 de outubro de 2009

Gastronomia mineira cheia de prazer

Sem querer fazer propaganda pra ninguém...somente uma indicação do que é muito, muito bom...

Este restaurante é considerado como sendo o expoente da culinária típica das Minas Gerais...

Uma boa dica pra quem vier por essas "bandas"!

Afastado da agitação do centro da cidade, o Xapuri é muito mais que um restaurante de comida mineira. Um verdadeiro refúgio para o corpo e um deleite para a alma. No local é possível desfrutar de uma boa prosa enquanto desfila uma deliciosa lingüiça na chapa, uma costelinha da sinhá e até um docinho
caseiro.
Um bilhete deixado por Tom Jobim e uma foto de Caetano Veloso fazendo pose com um pote de doce na mão são algumas das lembranças exibidas em um painel afixado logo na entrada do restaurante. Se os pratos da cozinha mineira ganham fama além das fronteiras do estado, na capital o Xapuri é eleito pelo 12º ano consecutivo o melhor representante do gênero. Instalado num terreno de 8000 metros quadrados próximo à Lagoa da Pampulha e que inclui até uma escola de equitação, mantém uma área construída de 2000 metros quadrados, distribuída em sete caramanchões decorados com artesanato rural. Num desses ambientes, o fogão a lenha trabalha sem parar bem à vista dos clientes -- aos domingos, aliás, 1200 pessoas chegam a passar por ali. À frente do batalhão de cozinheiras, a chef e restauratrice Nelsa Trombino apresenta vinte receitas diariamente.

Veja as fotos e me diga se não tenho razão!