sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Blogagem Coletiva - Sentimentos - Perdão

Com este simples, porém belíssimo poema de Cecília Meirelles, participo da blogagem coletiva proposta pela Glorinha, do Café com Bolo, cujo tema de hoje é o Perdão.

Nem tudo é fácil
Cecília Meirelles

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir?
Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos,
Mas também tornemos todos esses desejos,
realidade!!!

20 comentários:

  1. Quem disse que viver é fácil, não é, Renata?
    Nada é só fácil, ou só difícil.
    Somos imperfeitos e sujeitos a erros e acertos.
    Perdão foi feito pra gente pedir, claro, mas perdoar é pra Deus.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, querida Renata
    Mas quem disse que é fácil? Gostei do questionamento... muito verdadeiro!
    Um bj em seu coração.

    ResponderExcluir
  3. Ai Rê, você não sabe em que ponto do meu coração me tocou... Foi com este poema que o Vi tomou coragem de se declarar para mim. Tenho o e-mail impresso até hoje... pois é, primeiro ele mandou por e-mail e depois ele falou cara a cara, sorte minha que não abria tanto a caixa postal como agora e ouvi primeiro para ler depois! Mas é marcante em nossa história, só não em relação ao perdão! heheh
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Xiii...chorei...
    Certas coisas me tocam muito...
    Lindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Renata,
    Vim agradecer sua visita e olha que coincidência: quando eu recebi seu comentário em meu blog, estava aqui conhecendo seu espaço. Muito bom isso.
    Amei tudo aqui e voltarei sempre.
    Abraços, Daniana
    http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Palavras cheias de sabedoria!

    Um beijo e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  7. Oi Renata, finalmente consegui te visitar, tava dando malware no seu blog...rsr, outra coisa, acho que vc errou no Café...rsrs é Café com Bolo, mas eu te 'perdoo'...hehe, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Linda Renata,
    e nesta frase se encerra uma linda verdade: "nem tudo é fácil...mas com certeza nada é impossível..."
    Belo mometo que me proporcionou!
    Obrigada e um grande beijinho. Bom fim-de-semana.

    ResponderExcluir
  9. Lindo poema Rê! Perdoar causa um bem maior ainda em quem o pratica, tenho certeza disso!
    Beijos e ótimo findi!
    Fabi

    ResponderExcluir
  10. Lindo poema Renata... realmente é mais fácil fazer o errado do que o certo.
    Bjs e BFS

    ResponderExcluir
  11. Ah, Renata!
    Como Cecília tem sempre coisas tão bonitas e profundas para nos dizer!
    Esse negócio de perdão é mesmo difícil para nós humanos, porque às vezes dizemos que perdoamos, mas fica lá aquele ranço, as lembranças.
    O bom mesmo é viver a vida com cuidado para nunca ter que pedir perdão. Mas se tiver, que seja de coração.
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  12. Cecília é realmente o máximo!
    Perdoar nem sempre é fácil porém, quanto mais praticamos o ato do perdão, menos difícil ele se torna.
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Renata

    Este texto é muito lindo e diz tudo.
    Perdoar não é nada fácil, mas também não é impossível.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  14. Amiga
    Infelizmente meu tempo esta' curtíssimo e quanto mais eu estudo, mais me desespero!

    Perdão é um sentimento que estou sempre tentando colocar em meu coração, pois as vezes acho que perdoei, mas depois me pego pensando no ocorrido. Enfim, nao é nada fácil, principalmente o auto-perdão.
    Perdão é o que tenho pedido as amigas blogueiras por nao poder dar atenção a todas nesse momento, mas como ja' disse: a vida é feita de escolhas.
    Um beijo grande de quem te adora
    Léia

    ResponderExcluir
  15. Querida Renata,
    Um poema belissímo de Cecilia Meireles de uma sensibilidades extraordinária.
    Como diz o velho ditado "Viver não custa, o que custa
    é saber viver"...
    Eu confesso que tento ser feliz, mas...
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  16. Perdoar, para mim, é aprender a conviver com uma mágoa, sem deixar que ela te tome, ou como disse Shakespeare: " Mágoa é tomar veneno, e esperar que o outro morra."
    Bjs e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Renata!

    Delícia estar aqui. Agradeço também suas visitas lá no Blog.
    Sobre perdão a Cecília Meirelles disse bem, não é fácil, assim como não são fáceis tantas coisas, e outras tantas que são, não nos trazem nenhum crescimento. O perdão oferece-nos nova oportunidade de fazermos melhor.

    Beijos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  18. Oi Renata. Adorei seu blog e emprestei o poema. Veja em meu blog: anaarteeartesanato.blogspot.com/
    Vou te seguir...
    Bjo,
    Ana.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo aqui,fique a vontade para deixar seu comentário!