sábado, 27 de fevereiro de 2010

Abacaxi e Merengue, Uma ótima combinação!




Tem nada de mais...um abacaxi dando mole na fruteira...parte ele no meio.Tira o miolo e pica. Reserve as cascas. Dá uma fervida  com 1/2 xíc de açúcar. (no abacaxi que você picou, por favor!!!).

Faz aquele creminho manjado:

- 01 lata de leite condensado
- a mesma medida de leite
- 03 gemas
- 01 colher de amido de milho

Leva ao fogo até engrossar

Com as claras você faz assim:
Bate em neve firme e acrescenta 09 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro.

Pronto!! Coloca lá dentro da casca os cubinhos de abacaxi fervidos com açúcar, o creminho básico, e por cima seu merengue...leve ao forno ou dá uma "maçaricada", que foi o que eu fiz...e fim!
Mas coloca na geladeira viu gente? Não faz igual aqui na minha casa que o "povo" num guenta nem esperar o trem esfriar não viu?

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Macarrão gratinado com cogumelos

Fiz pra um almoço especial, e não me arrependi, ficou, muito, muito bom!
Receita do do Blog Pecado da Gula, da Akemi, que por sinal anda meio sumida!

Como ela mesmo diz, recomenda-se usar massa italiana, de grano durum, já que as nossas massas brasileiras comuns acabam virando "papa" de macarrão.

A seguir a receita, como esta no blog:
-500g de macarrao no formato de sua preferência - eu usei papardelle

Molho branco:
-4 colheres (sopa) cheia de manteiga
-3 colheres (sopa) cheia de farinha de trigo
-1 litro de leite
-1 lata de creme de leite com soro
-sal e pimenta branca a gosto
-noz moscada ralada na hora a gosto
Refogado de cogumelos:


-1 colher (sopa) de manteiga-um fio de azeite extra-virgem
-5 ou 6 fatias de bacon picado
-4 bandejas de cogumelos de sua preferência (usei paris, salmon, shiitake europeu e porto belo
-100 a 150ml de vinho branco seco
-sal e pimenta do reino a gosto
-um fio de molho de soja


Coloque a agua para cozinhar o macarrão no fogo. Enquanto esquenta, comece preparando o refogado de cogumelos. Derreta a manteiga junto com um pouco de azeite. Coloque o bacon e frite bem. Junte os cogumelos picados (dizem que nao se deve lavar mas eu fico cismada com aquelas sujeirinhas que vem junto. Lavo e deixo la escorrendo bem) e deixe refogar alguns minutos. Adicione o vinho branco e temperos e deixe cozinhando ate quase secar a agua que se formou mexendo de vez enquando.

Pegue outra panela para preparar o molho branco. Este molho eh bem simples mas tem uns truquezinhos para que nao fique com gosto de farinha nem empelotado. Vou explicar uma forma de preparar para quem nunca preparou ou tem dificuldades. Derreta a manteiga e apague o fogo. Peneire ai a farinha de trigo e misture bem ate formar uma massa. Acenda o fogo novamente em chama media e fique misturando ate que a massa fique borbulhante e esbranquicada. Cuidado para que nao queime. Tire do fogo e junte um pouco de leite (meia xicara mais ou menos) e mexa imediatamente e bem rapido (eu uso colher de silicone, acho melhor do que colher de pau porque raspa bem o fundo da panela). Vai formar uma bola de massa. Volte ao fogo baixo e junte mais um pouco de leite. Mexa bem ate voltar a formar uma massa. Continue este processo ate que comece a formar um creme mais grosso. Sempre mexendo bem ate que todo o leite seja incorporado. Se tiver alguem para ajudar a colocar o leite, melhor! Caso voce sinta que esta empelotando, comece a mexer sentido horario e anti-horario rapidamente ate sumirem os carocos. Depois que formar um creme grosso ja pode ir colocando mais quantidade de leite por vez, esperando dar uma engrossada antes de adicionar mais. Por final, junte o creme de leite e os temperos e misture bem. Nao fica um molho muito grosso, fica mais ralo. Reserve.

Pré-aqueca o forno a 220oC.

Coloque o macarrão para cozinhar com um pouco de sal. Tire uns dois minutos antes do indicado na embalagem. Escorra.

Unte bem um refratário com manteiga e despeje o macarrão. Verta o molho branco envolvendo bem o macarrao. Espalhe o refogado de cogumelos por cima e polvilhe bastante queijo ralado. Leve ao forno por uns 15 ou 20 minutos até que o molho esteja borbulhante e a superficie, levemente corada. Tire do forno e sirva imediatamente com uma saladinha verde.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Blog

Ganhei esse selinho da Raquel do Na Biroskinha
Espero que ela não fique triste, mas optei por somente responder...não vou passar pra frente...(desculpa Rachel!!!) deixo o selinho aqui e o dedico a todos os blogs amigos...caso alguém queira ser vonluntário, passar adiante e responder, me deixará muito feliz...

Para participar é simples...
Postar o selo e indicar de quem ganhou - ok
Responder as perguntas - ok
e indicar 5 blogs - quem quiser, por favor, passe pra frente!

1- Qual a cor do seu cabelo?
Castanho Claro

2- Liso, crespo, ou ondulado?
Liso

3- A cor dos seus olhos?
Castanhos.

4- A sua altura?
1,64.

5- Peso?
Posso pular essa?

6- Já foi gorda(o)?
Acho que sou...rsss

7- Que cores vc mais gosta de vestir?
Preto, e de vez em quando azul

8- Vc prefere roupa justa ou larga? Jeans ou moletom?
Nem justa demais, nem larga demais, prefiro jeans, não gosto de moletom

9- Para as mulheres, salto alto ou baixo?
Ultimamente prefiro os baixos...mas a noite, sempre altos!

10- Para os homens, tênis ou sapato?
Qualquer um, dependendo da ocasião

11- Que gênero de filme vc prefere?
Dramas e Romances

12- Gosta mais de músicas lentas ou agitadas?
Gosto de todas

13- Vc toca algum instrumento?
Não, nunca nem tentei

14- Vc tem irmãos?
Tenho, três

15- Diga um prato saboroso que vc sabe fazer.
Eu acho que o que sei fazer melhor são risottos, mas de vez em quando meus pães até que ficam bons

16- Vc gosta mais de doce ou salgado?

Pra comer prefiro salgados, pra fazer, os doces

17- Vc gosta de dançar?
Adoro!

18- Sente saudade de quê/quem?
Hiiii, de muita coisa, e de muita gente

19- Chocolate branco ou preto?
Não sou muito de chocolate

20- Inverno ou verão?
Inverno

21- Vc prefere solidão ou multidão?
Multidão...mas de vez em quando preciso de ficar sozinha

22- Sorvete ou pipoca? 
Pipoca

23- Refrigerante ou suco? Que sabor?
Coca Cola Zero

24- Filme em casa ou no cinema?
No cinema, sempre!

25- Vc chora com facilidade?
Choro até sorrindo

26- Qual foi o primeiro blogueiro que começou freqüentar seu blog?
Foram amigos de longa data: Iliane – Cozinha da Iliane, Tânia - Zakuskas, Older - Retalho de Sentimentos, Márcia Alexandra- Muita Simplicidade, e Márcia Rocha - Coisinhas Daqui e Dali.

27- Vc conhece pessoalmente alguém da blog?
Ainda não tive esse prazer

28- Quais blogueiros moram na mesma cidade ou próximo a vc?
A Priscila do blog Delicias da Priscila mora numa cidade vizinha

29- Se vc ganhasse na mega, diga 10 coisas que vc faria/compraria!!!
Não jogo nunca...aí fica difícil de ganhar, né?


















quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O Quiabo Veste Prada

No Rio de Janeiro, uma rede de venda de legumes, verduras e frutas – HORTIFRUTI -, há 2 anos inovou em suas propagandas, criando uma série baseada em títulos de filmes onde os atores principais são os próprios produtos da loja. Muito criativo, olha só que legal!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

O delicioso Risotto de Palmito com Brie e Alecrim da Fabiana

Eu tinha certeza absoluta que ia ficar maravilhoso...e minha certeza se confirmou...esse risoto era tudo que eu esperava!
Muito obrigada a Fabiana do Figos & Funghis por me proporcionar essa alegria!
Se quiser ver a receita na íntegra, clique aqui!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Por que gostamos de vinho?


Como grande apreciadora de vinhos que sou, gostei tanto deste texto que quis dividir com vocês...

"Por que gostamos de vinho?
O que faz o vinho ser diferente das outras bebidas?
Em alguns países o vinho é considerado alimento e é tratado do mesmo modo.
Então, por que gostamos e tratamos o vinho de forma diferente? Bem, vamos tentar explicar, de forma simples, detalhando a trajetória de degustadores e de apreciadores de vinhos. Vamos então às diferenças. O degustador é mais atencioso, mais estudioso e mais apaixonado por vinhos. Ele procura sempre buscar cada característica, cada nuance do vinho em um contexto singular. O respeito pelo vinho é fundamental, assim como a caracterização pelo máximo de detalhes para tentar explicar suas emoções e momentos. Chamamos essa pessoa também de Enófilo (eno=vinho- filo= amigo).
O apreciador segue uma linha bem semelhante, porém ele é interessado em beber o vinho sem muito mistério, simplificando o ato.
Gostar de vinho faz parte da sua vida, bebe por prazer, não se prende muito a particularidades, tem sempre uma resposta clássica, gosto ou não gosto. Este grupo representa a maioria dos consumidores de vinhos no mundo.O que diferencia os consumidores de vinhos de outras bebidas é que nenhuma outra bebida tem um universo semelhante ao do vinho.
Até mesmo um vinho feito com a mesma uva tem resultados diversos. Um Chardonnay produzido no Chile, na região de Casablanca, é totalmente diferente de um feito em Maipo, no mesmo país.
Da mesma maneira, ninguém consegue copiar um Champagne, ou um vinho do Porto, ou uSauternes.
Em se tratando de vinho, a tecnologia é muito importante, mas não é essencial para mudar a natureza.Outras bebidas são elaboradas no mundo todo seguindo um padrão, como a cerveja, o Rhum, licores, o refrigerante mais vendido e sua famosa fórmula, entre outros. Porém, no vinho, isto não é possível.
Gostamos de vinhos porque ele é misterioso, aproxima as pessoas, uma garrafa nunca é igual à outra, sempre teremos surpresas.Gostamos de vinho porque é romântico. Existe coisa mais charmosa que uma noite em boa companhia, pouca luz e um Espumante ou Champagne completando o momento?
Nenhuma outra bebida proporciona esta áurea.Gostamos do vinho porque ele transforma nossos momentos felizes em únicos e inesquecíveis. Talvez o melhor vinho que beberemos será um vinho simples, com uma comida adequada, em um lugar especial, que ficará em nossa lembrança eternamente. Onde lembraremos dos amigos, da comida, do local, até o nome do vinho, que não era um grande vinho, mas foi o condutor de um momento único que não se repetirá.
Gostamos de vinhos porque nos remete ao prazer de poder beber a bebida produzida no ano em que nascemos. É verdade que nem todos os vinhos podem envelhecer muitos anos, alguns são para meses, outros para anos, e alguns para décadas ou até um século.
Se escolhermos bem o vinho, podemos bebê-lo no auge e ver quem está evoluindo melhor, se nós ou ele. Já pensou em beber um vinho com sua idade? Como seria a experiência? Que outra bebida proporciona isto?Gostamos de vinhos porque são como nós, seres humanos.
Cada garrafa tem vida própria e evolui a cada dia.
Às vezes agressivo na infância, com acidez e taninos aflorando; equilibrado na fase adulta, com aromas exuberantes e afinado na velhice; como que sabedoria em pequenos goles.
Quer viver o mundo do vinho?
Deguste, não tenha preconceitos e abra seus horizontes, deixa o vinho encantar você. Saúde."

Nelton Fagundes- sommelier
Para: Portal Uai