sábado, 27 de março de 2010

O melhor bolo de chocolate de todos...receita do Chocorango


Vi esse bolo no Chocorango, delicioso blog da Talita,  e como ela mesmo definiu, acho que é sim, o melhor bolo de chocolate de todos!
Obrigada Talita, pela receita! Aí está meu bolo...digo, a última fatia que sobrou desse maravilhoso bolo de chocolate! Portanto peço desculpas pela foto que não está merecedora da gostosura do bolo.

A receita como está lá:

280g de farinha
3/4 de xícara de cacau em pó
1/2 colher (chá) de sal
350g de açúcar
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio  
3/4 de colher (chá) de fermento em pó 
150g de manteiga em temperatura ambiente
3 ovos em temperatura ambiente
2 colheres (chá) de essência de baunilha
300ml de leite

Calda
150ml de leite
2 colheres (sopa) de açúcar

Recheio
1 lata de leite condensado
100g de creme de leite
200g de amendoim torrado e picado (opcional)

Cobertura
1 embalagem de 50g de mistura para chantilly
200g de açúcar
1 colher bem rasa (sopa) de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de cacau em pó
400ml de leite

Preparo
Peneire a farinha, o cacau, o sal, o bicarbonato e o fermento. Misture bem e reserve.
Bata a manteiga em velocidade média alta por 30 segundos. Adicione o açúcar aos poucos, cerca de 1/4 de xícara por vez, batendo em velocidade média até que esteja tudo misturado (aproximadamente 3 a 4 minutos). Raspe as paredes da tigela e continue batendo por mais 2 minutos em velocidade média. Adicione os ovos um a um, batendo bem após cada adição (1 minuto no total). Acrescente a baunilha e bata para misturar.
Acrescente alternadamente os ingredientes secos peneirados com o leite, batendo em velocidade mínima só até terminar de adicionar os ingredientes. Raspe as laterais da tigela e bata em velocidade média alta por mais 20 segundos.
Despeje a massa em uma forma redonda de 24 cm (o bolo da foto foi feito com uma forma de 22 cm) e asse em forno 180˚C por 30-40 minutos até que um palito inserido no centro bolo saia limpo. Deixe esfriar por 10 minutos na forma. Desenforme e deixe esfriar sobre uma grade.

Calda
Leve o leite e o açúcar para ferver. Deixe esfriar.

Recheio
Coloque a lata de leite condensado (sem embalagem de papel) na panela de pressão e cubra com água, leve ao fogo médio. Quando pegar pressão, diminua o fogo e conte 30 minutos. Desligue o fogo, espere sair a pressão e abra a panela. Espere a lata esfriar e abra.
Misture bem o creme de leite com o leite condensado cozido. Leve à geladeira (ou freezer se tiver pressa) até gelar.

Cobertura
Misture em uma panelinha o açúcar, a farinha e o cacau. Acrescente o leite e leve ao fogo mínimo, mexendo bem até engrossar, por 20-30 minutos. Deixe esfriar coberto com um plástico para não formar uma película na superfície.
Bata o chantilly conforme as instruções da embalagem.

Montagem
Corte o bolo ao meio com uma faca grande de pão. Coloque um plástico sobre a forma que o bolo foi assado e coloque a parte inferior do bolo. Regue com metade da calda. Espalhe todo o recheio e o amendoim se for usar. Coloque a outra metade do bolo e regue com o restante da calda. Espalhe o chantilly, alisando bem. Cubra com a calda de chocolate em temperatura ambiente. Leve à geladeira (de preferência coberto) até servir.

Dica: Substitua o amendoim por nozes pecã ou amêndoa.
Faça uma ganache com chocolate meio amargo derretido e creme de leite e use em lugar da calda de chocolate.

Rende: 10 pedaços.

quinta-feira, 25 de março de 2010

O que é um churrasco...rsss...será que é assim mesmo?


O QUE É UM CHURRASCO (escrito por uma mulher)


O churrasco é a única coisa que um homem sabe cozinhar, e quando um homem se propõe a realizá-lo, ocorre a seguinte cadeia de acontecimentos:


01- A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário.
02 - A mulher prepara a salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa.
03 - A mulher tempera a carne e a coloca numa bandeja com os talheres necessários, enquanto o homem está deitado próximo à churrasqueira, bebendo uma cerveja.
04 - O homem coloca a carne no fogo..
05 - A mulher vai para dentro de casa para preparar a mesa e verificar o cozimento dos legumes
06 - A mulher diz ao marido que a carne está queimando.
07 - O homem tira a carne do fogo.
08 - A mulher arranja os pratos e os põe na mesa.
09 - Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.
10 - O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que cozinhar e, diante do ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão satisfeitas. ... 


DIREITO DE RESPOSTA (Escrito por um homem)


01 - Nenhum churrasqueiro, em sã consciência, iria pedir à mulher para fazer as compras para um churrasco, pois ela iria trazer cerveja Kaiser, um monte de bifes, asas de frango e uma peça de picanha de 4,8 Kg que o açougueiro disse ser 'Ótima', pois não conseguiu empurrar para nenhum homem.
02 - Salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa, ela prepara só para as mulheres comerem. Homem só come carne e toma cerveja.
03 - Bandeja com talheres? Só se for para elas. Homem que é homem come churrasco como tira-gosto e belisca com a mão, oras!
04 - Colocar a carne no fogo??? Tá louca??? A carne tem que ir para a grelha ou para um espeto que, a propósito, tem que ser virado a toda hora.
05 - Legumes??? Como eu já disse, só as mulheres comem isso num churrasco.
06 - Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada reclama: “Não gosto de carne sangrando”; “Isto está muito cru”; “tá viva??”. Após a décima vez que você oferece o mesmo pedaço que estava ao ponto uma hora antes, elas acabam comendo a carne tão macia quanto o espeto e tão suculenta quanto um pedaço de carvão..
07 - Pratos? Só se for para elas mesmas?
08 - Sobremesa? Só se for mais uma Skol.
09 - Lavar louça? Só usei meus dedos!!! (e limpei na bermuda).
Realmente, as mulheres nunca vão entender o que é um churrasco!!!

Chipas - os pães de queijo paraguaios

Como grandes consumidores de pão de queijo, de vez em quando a gente acaba inventando alguma coisinha pra mudar e fingir que não está comendo pão de queijo outra vez...

Pra quem não conhece, as "chipas" são biscoitos típicos do Paraguai, bem similares aos nossos pães de queijo, utilizando a mesma base de polvilho, ovos, leite e queijo.
A direfença está basicamente na forma de moldá-los...e no fato de levarem fermento, o que os torna mais macios e com uma textura diferente.

Aqui em casa, eu faço sempre, é uma delícia pra tomar com café, ou comer do jeito que você preferir!

Uso sempre essas medidas (receita do Pecado da Gula), que vão render uns 20 biscoitos, poucos pro nosso apetite, aconselho então a fazer a receita dobrada se a sua família é um pouco maior...ou, se o seu apetite é voraz!

- 01 xicara de polvilho de mandioca (azedo)
- 1 1/2 colher de chá de fermento químico em pó
- 02 ovos
- 150g de queijo ralado (uso queijo minas curado)
- sal, se necessário
- leite o quanto baste (só até dar ponto, geralmente menos de 1/2 xicara)

Coloque todos os ingredientes numa vasilha, e misture bastate.Junte o leite aos poucos, conforme seja necessário e amasse bem até dar o ponto de uma massa que dê para enrolar.(Eu uso as mãos). Forme os biscoitos com as mãos untadas e asse em forno médio, em assadeiras bem untadas

quarta-feira, 24 de março de 2010

Assim como não se deve misturar bebidas, misturar pessoas também pode dar ressaca.

Mas não se esqueça: Assim como não se deve misturar bebidas, misturar pessoas também pode dar ressaca.

Uma dose a mais... e extrapolamos nossos limites. Veja como se combate uma ressaca e como se faz para evitá-la.

Os sintomas são inconfundíveis: a cabeça pesa como se estivesse apertada por um daqueles círculos de ferro usados em torturas medievais. Dói especialmente na nuca, nas têmporas e na testa. A luz do dia fere nossos olhos e qualquer barulho retumba dentro do cérebro. Na boca, um gosto amargo. Não queremos fazer nada, apenas fechar os olhos, quietos, deixando o tempo passar. É a ressaca - um mal-estar generalizado provocado pelo excesso de bebida alcoólica. Ela não ocorre sempre nem com todo mundo. Para algumas pessoas é infalível, basta beber alguns drinques e esperar pelo dia seguinte. Outras são atacadas pela ressaca apenas de vez em quando. E há também os que, embora bebam com freqüência, passam incólumes por essa verdadeira expiação.


1. O que é ressaca?
É um tipo de crise de abstinência. Como qualquer outra bebida ou alimento, o álcool é metabolizado e distribuído pela corrente sangüínea para todas as células do corpo. A sensação de embriaguez e relaxamento ocorre quando ele chega ao cérebro. É o momento da intoxicação. O corpo faz um grande esforço para dar conta das doses excessivas. Quem mais trabalha é o fígado, que precisa produzir enzimas para absorvê-lo, transformá-lo em gordura e secretá-lo pela bile. Quando o trabalho acaba, o fígado quer mais e entra numa espécie de depressão, desorganizando todo o metabolismo. O sistema nervoso, que também foi acelerado, tem uma reação parecida. O resultado é uma queda da força muscular, dor de cabeça, enjôo, diarréia, sensibilidade à luz e um cansaço enorme.

2. Ardência no estômago é sintoma de ressaca?
Essas dores também estão associadas ao excesso de bebida, em especial os destilados, como cachaça, uísque, conhaque e vodca. O álcool em demasia agride as paredes do estômago e do esôfago. Dependendo da gravidade essas lesões precisam ser tratadas com medicamentos.

3. A ressaca de algumas bebidas é maior do que a de outras?
Quanto maior o teor alcoólico, maior a probabilidade de intoxicação e ressaca. Além disso, as bebidas destiladas tendem a entrar mais rapidamente na corrente sangüínea do que as fermentadas. Portanto, são mais perigosas.

4. O mal-estar depende da quantidade de bebida?
A ressaca sempre é provocada por uma grande quantidade de álcool, mas é o corpo que determina os limites. Para quem nunca bebe, o excesso pode ser apenas uma única dose. As pessoas habituadas a beber são mais resistentes. O fígado está treinado, ou seja, produz facilmente as enzimas necessárias. Mas, quando bebem além do que o corpo considera limite, não se livram da ressaca.

5. É possível evitar a ressaca?
Respeite seus limites. Aumente a tolerância fazendo o álcool entrar mais lentamente na corrente sangüínea. A melhor forma de fazer isso é comer bem, antes e enquanto estiver bebendo.

6. Algumas pessoas recomendam uma colher de azeite de oliva antes de começar a beber. Isso tem fundamento?
O azeite é um alimento e, portanto, ajuda a evitar a rápida entrada do álcool no sangue. Mas tomado puro pode provocar enjôo. O melhor é usá-lo como tempero de uma salada de batatas, carboidrato que ajuda a processar a bebida.

7.Tomar água ajuda a combater os sintomas desagradáveis?
Quanto mais água, melhor. Antes, durante e depois de beber. A água dilui o álcool e reduz as chances de intoxicação. Facilita o trabalho do fígado e dos rins, que eliminam mais rapidamente os resíduos tóxicos do organismo.

8. Um copo de cerveja pode rebater a ressaca?
Como ela é uma síndrome de abstinência de álcool, "aquela cervejinha para rebater" e outras receitas, como o blood mary (vodca com suco de tomate) ou o gim-tônica, podem ajudar o fígado a se recompor. É como recuperar um drogado ministrando doses cada vez menores da mesma droga. A cerveja ainda tem a vantagem de estimular o funcionamento dos rins, acelerando a expulsão dos resíduos tóxicos pela urina. Mas isso depende de reações individuais. Há quem não suporte o cheiro de álcool por algum tempo.

9. Fumar piora a situação?
Sim. Álcool e fumo formam uma dobradinha imbatível. Mesmo quem fuma moderadamente aumenta a quantidade de cigarros quando está bebendo. E, quanto mais nicotina, menos oxigênio no sangue. Daí o processo de intoxicação pela bebida alcoólica é mais rápido.

10. Qual a melhor forma de superar uma ressaca?
Em primeiro lugar, não se deve exigir demais do organismo, que já está estressado. Se possível, faça só o que o corpo pede. Fique em casa, no silêncio e no escuro, descansando. E tome muito líquido: água e sucos de frutas para repor as vitaminas e os sais minerais perdidos na batalha contra o álcool. Comida, só se sentir fome. A primeira refeição deve ser leve. Purê de batata, canja de galinha ou chazinho - boldo, de preferência - caem bem.

Fonte:http://saude.abril.com.br/especiais/fim_de_ano/conteudo_262063.shtml

Obs: 
Atenção, não estou fazendo apologia ao consumo de bebida alcoólica, essas são apenas informações sobre saúde e bem estar, espero que compreendam!

terça-feira, 23 de março de 2010

Magdalenas de Naranja Amarga y Almendra - uma receita de Asopaipas

Essa receita é do blog do Jose Manuel, cheio de receitas ótimas, se ainda não conhece passa lá pra ver...

Aqui eu coloco a receita em espanhol, porque afinal, magdalenas são típicas de España...qualquer coisa, se você não entender... é só dar um "google"...mas não deixe de fazer porque são deliciosas!

Ingredientes:
4 huevos
250 gramos de azúcar
350 gramos de harina de repostería
250 gramos de aceite de girasol
125 gramos de leche
1 sobre de levadura royal
2 cucharadas de mermelada de naranja amarga
El zumo de una naranja
Azúcar para espolvorear
Almendra en grano para espolvorear

Instrucciones:

Batimos en primer lugar las yemas con el azúcar hasta que la mezcla quede esponjosa. A continuación vamos añadiendo la leche, el aceite de girasol y por último el zumo de naranja.
Volvemos a batir hasta que la mezcla quede blanquecina. Vamos añadiendo la harina con la levadura poco a poco sin mezclar mucho.
Las claras las batimos a punto de nieve, cuando tengamos las claras en su punto le añadimos poco a poco las dos cucharadas de mermelada de naranja amargas. Las claras se añaden con movimientos envolventes procurando que la mezcla no se baje.
Rellenamos los moldes que vamos a usar con esta mezcla, espolvoreamos con la almendra en grano y el azúcar a gusto de cada uno. El horno lo hemos calentando a 180 grados, hornearemos las magdalenas durante unos 20-25 minutos, las magdalenas quedarán doraditas.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Inventando moda...Figos...cozidos no balsâmico...

Feios? Ahhhhhh...que que tem? Coisa feia também é gostosa uai...
Vai me dizer que tem dias em que você não tem vontade de comer umas coisas assim?
É...tinha figos...e tinha um parmesão...e tinha balsâmico...porque não cozinhar os ditos no balsâmico e comer com queijo e um restinho de espumante rosê que tava por ali?
Quer saber? Ficou foi bom demais!!!

domingo, 21 de março de 2010

Camarões e abacaxi, algo assim...tropical!

Acho que todo mundo ja percebeu que tenho uma fraqueza por frutas na minha comida...vai saber...cada doido com sua mania...uma das minhas talvez seja essa...

Aqui camaroes cozidos no leite de coco com abacaxi...ficou muito, muito bom...olha so, veja que tal...

Vamos ver se a gente consegue explicar:

Um abacaxi maduro cortado em duas metades pelo comprimento. Retirar a polpa e picar em pequenos cubos. Deixar escorrer em uma peneira.Reservar.
Manteiga e azeite em partes iguais. Meia cebola bem picada. Dourar levemente. Camaroes que foram temperados com vinho branco, sal e pimeta e passados na farinha de trigo. Saltear os camaroes ate que estejam rosados. Juntar creme de leite fresco (uns 300ml) ou mesmo leite comum, ou como eu fiz, metade de leite e metade de leite de coco, como preferir. Corrigir o tempero se necessario, talvez uma pitada de noz moscada...
Juntar o abacaxi que estava picado e reservado.Nao deixar ferver.Colocar entao o creme de camaroes dentro de cada  metade dos abacaxis.Polvilhar coco ralado e  levar a gratinar.