sábado, 25 de setembro de 2010

Vamos rir um pouco...hoje é sábado!

Viver sem esposa...(que maldade!!!!)

O marido e a mulher não se falavam há uns três dias.
Entretanto, o homem se lembrou que no dia seguinte teria uma reunião muito cedo no escritório.Como precisava levantar cedo, resolveu pedir à mulher para acordá-lo. Mas para não dar o braço a torcer, escreveu num papel:
'Me acorde às 6 horas da manhã'.
No outro dia, ele levantou e quando olhou no relógio eram 9h30. O homem teve um ataque e pensou:
- Que meeeerdaaa! Mas que absurdo! Que falta de consideração, ela não me acordou...
Nisto, olhou para a mesa de cabeceira e reparou um papel no qual estava escrito:
- ...São seis horas, levanta!!!

Moral da História:

Não fique sem conversar com as mulheres, elas ganham sempre, estão certas sempre e são simplesmente geniais na vingança!!!!!!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Salada de Rúcula com Brie e Peras Assadas

Meus almoços são sempre meio corridos, mas procuro sempre um tempo pra estar em casa nessa hora.
É o tempo que eu tenho de sentar, nem sempre com calma é verdade, mas é o tempo que eu tenho pra conversar com a minha filha, um momento em que temos os nossos "papos"...um momento só nosso. São oportunidades pra provar alguma coisa nova, mesmo que seja uma refeição leve...ocasiões em que procuro ensiná-la como experimentar de tudo, não espero que ela se torne uma "gourmet", mas espero que ela aprenda a apreciar uma refeição equilibrada, e principalmente a valorizar o que foi feito com carinho e dedicação!

Hoje tivemos essa sugestão da Dani, do Manjericota, um blog que eu gosto bastante de visitar, pois além de tudo, me identifico demais com as receitas que ela nos apresenta de uma maneira sempre tão caprichada!

Olha como a Dani deu a receita:

"Esta é uma salada simples feita em porções individuais com folhas verdes, o máximo possível de suas variações. Acabei esquecendo de colocar a alface americana também, da próxima lembrarei. Queria o radicchio, mas não encontrei. Para incrementar coloquei 2 tiras de queijo brie e peras assadas com mel (em forno médio). Dica: sirva a salada com a pera em calda ainda quente, sobre o brie, para deixá-lo bem cremoso e algumas gotinhas da calda sobre as folhas. Tempere e pronto!"

Peço desculpas à ela por não poder caprichar tanto na apresentação, mas meu tempo curtíssimo e a falta de folhas adequadas na minha geladeira me impediram. Nem por isso a receita ficou menos gostosa! Ah, as minhas peras ficaram com caldinha também, mas aqui na foto não apareceu, viu gente?

A salada é super fácil, não tem mistério algum, mas o sabor das peras assadas contrastando com o brie e as folhagens, é fenomenal! Por minha conta, e pra dar uma ligeira "incrementada", coloquei algumas nozes...mas foi só isso, comemos muito felizes das nossas vidas!!!!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Lady Gaga e seu incrível vestido de carne crua

Ela chama atenção aonde quer que vá...a roupa é repugnante, mas aqui pra nós....um vestido de carne crua? Haja imaginação!!!!

Los Angeles - Lady Gaga disse que o vestido de carne vestido por ela durante o MTV Video Music Awards levava uma mensagem. Vencedora de oito estatuetas na cerimônia de domingo (12), a cantora pop recebeu um dos prêmios usando um vestido de carne vermelha crua com bolsa e sapatos que combinavam, o que tornou-se um dos momentos mais comentados do evento.
"Se não defendermos aquilo que acreditamos e se não lutarmos pelos nossos direitos, muito em breve teremos tantos direitos quanto a carne nos nossos ossos", disse Lady Gaga, de 24 anos, à apresentadora Ellen DeGeneres nesta segunda-feira. "E, eu não sou um pedaço de carne", acrescentou.
Lady Gaga usou o vestido no domingo após ter posado para a capa da revista "Vogue Hommes Japan" de setembro vestindo um biquíni de carne. Este foi um dos diferentes modelos usados pela cantora no domingo, incluindo um parecido com um saco de lixo.
Ela disse que não pretendia desrespeitar ninguém que seja vegetariano, e se descreveu como "o ser humano mais livre de julgamento na Terra"


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Canelone de ricota com tomate, azeitonas e manjericão

Quando vi essa receita no programa "Que Marravilha" sabia que precisava provar...e aí está ela, de simplicidade total, mas de sabor inimaginável...
Por favor, se você gosta de uma boa massa, com sabor mediterrâneo, faça correndo, você vai ver que eu não exagerei!

CANELONE
6 folhas de massa para lasanha pré-cozida
800g ricota fresca
160ml creme de leite
2 colheres de sopa de cebolinha francesa picada
azeite
sal

Coloque as folhas de lasanha em água com sal. Deixe cozinhar por 2 a 3 minutos. Retire e jogue imediatamente em água com gelo, para cortar o cozimento.  Seque as folhas com a ajuda de um pano.
Misture bem a ricota, o creme de leite e a cebolinha. Recheie as folhas de lasanha com a mistura e enrole, formando canelones. Coloque-os em uma forma untada com azeite e deixe descansar na geladeira por 2 horas. Leve ao forno pré-aquecido por 8 minutos a 200ºC.

MOLHO
04 tomates sem pele e sementes cortados em cubos
1 cebola roxa picada
16 azeitonas pretas cortadas em lascas
400ml azeite extravirgem da melhor qualidade
suco de 1 limão
pimenta dedo de moça picada
alcaparras a gosto
manjericão picado a gosto
coentro fresco picado a gosto
coentro em grão a gosto
pimenta branca em grão amassada a gosto
sal a gosto
Misture todos os ingredientes.

FINALIZAÇÃO
Disponha os canelones nos pratos e cubra com o molho. Para servir, salpique parmesão ralado.

domingo, 19 de setembro de 2010

Cinema em Casa

Eu prefiro sempre os filmes europeus aos hollywoodianos,na maioria das vezes são mais sensíveis, tem mais história, e os cenários não são tão fakes.
Neste fim de semana, escolhi dois filmes, que me garantiram ótimos momentos de descontração, e um encontro com duas culturas e dois países que eu amo de paixão: Itália e França.
Os dois filmes, mesmo que chamados "água com açúcar" valem pelos cenários encantadores dos dois países, e mesmo um deles sendo americano, o fato de ser passado na Toscana, vale por tudo!
Veja as sinopses, e escolha aquele que mais te agrada...eu recomendo os dois...
Cartas para Julieta
"Sophie (Amanda Seyfried) trabalha como checadora na redação da revista The New Yorker e busca uma oportunidade para mostrar seu talento também como repórter. Ela e seu noivo Victor (Gael García Bernal), um cheff, viajam para Verona para a Lua de Mel. Uma vez na Itália, a jovem americana encontra as Secretárias de Julieta, senhoras que respondem as cartas de mulheres apaixonadas. Abre-se, então, um mundo estremamente romântico, onde o amor sempre volta, mesmo que tenha se passado mais de 50 anos."
A Riviera não é aqui
"Na trama do filme, para agradar sua esposa deprimida, o diretor de agência de correios Philippe (Kad Merad) tenta uma transferência para a bela e famosa Riviera Francesa. O local é disputadíssimo e ele resolve usar de um contestável subterfúgio para facilitar as coisas. A desastrosa tentativa, porém, resulta em uma "transferência disciplinar" para a desconhecida, fria e chuvosa cidade de Bergues, no norte da França. E Philippe parte, desesperado, em direção à barbárie.
Ainda que deva ter muito mais graça em seu país de origem, pelo sotaque peculiar que só os francófonos percebem (a legenda em português tenta na medida do possível adaptá-lo), A Riviera Não é Aqui consegue ser engraçado também do outro lado do Atlântico. Merad e Boon (que escreveu o roteiro, dirigiu e atua) têm o timing de grandes duplas de humor e as piadas, meio físicas mas em sua maioria centradas nas diferenças culturais e idiomáticas entre o norte e o sul da França, encontram facilmente par nos próprios desentendimentos regionais brasileiros.
Uma maneira interessante de lidar com preconceitos, A Riviera Não é Aqui é tão divertido e universal que não me surpreenderia se uma refilmagem nacional fosse anunciada. Na verdade, eu até gostaria de assisti-la. Troque os queijos fedidos por buchada de bode e teríamos nossas próprias piadas regionais registradas na telona."