sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Biscoitinhos de Queijo e Açúcar - Uma receita perdida

Meus queridos amigos, minhas queridas amigas...se alguém puder por favor me ajude!!!!
Fiz esses biscoitinhos há algum tempo, uma delícia verdadeira...mas agora que quis repetir e colocar a receita aqui para vocês, descobri que ela sumiu, evaporou do meu computador...uma pena!!!
Peço que se alguém souber dela, ou se foi você, é você mesmo, dedicado cozinheiro(a), que colocou no seu blog, que me ajude nessa hora!!!! 
Biscoitinhos feitos de queijo parmesão ralado, farinha, manteiga e açúcar, nas proporções que só o dono da receita vai poder me dizer... 
Receita perdida, recompensa-se quem encontrar!!!!!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Chutney de Manga

Existem chutneys de frutas diversas, legumes, ou a mistura dos dois.
São conservas geralmente agridoces, com toques picantes, onde o uso de especiarias é largamente utilizado
No universo dos chutneys, o de manga é o mais popular, e é ele que eu vos apresento hoje, aproveitando as maravilhosas mangas que o mês de dezembro nos traz...
A receita que eu usei foi esta, e ficou perfeito!
Um conselho: Não deixe o chutney no fogo durante muito tempo, para que sua consistência fique macia e aveludada como de uma geléia.

- 2 mangas maduras picadas
- 2 xícaras de açúcar mais 1/4 - usei açúcar demerara orgânico
- 2 xícaras de vinagre
- 2 colheres de sopa de gengibre bem picado
- 2 dentes de alho cortados em fatias
- Meia pimenta vermelha picada
- 1/2 colher (chá) de sal
- 1 xícara de passas brancas picadas

Para fazer a calda, leve ao fogo alto o vinagre e o açúcar e mexa
bem até dissolver completamente o açúcar e formar uma calda bem grossa.
Quando a calda começar a ferver, é hora de juntar a manga.
Mexa por cerca de 10 min até a fruta ficar bem macia, quase se desmanchando. Depois, coloque todos os outros ingredientes.
Mexa por uns 15 min até a calda reduzir bastante. O ponto ideal é o de um doce de colher.
Está pronto o chutney de manga, use como acompanhamento de carnes,quentes ou frias, aves, embutidos e queijos, ou faça com ele molhos, ou aperitivos.
Fica aqui também uma sugestão gourmet de presente de Natal...fica bonitinho nos vidrinhos que você prepara usando sua imaginação, e seu talento artístico.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Salada Caprese

Saladinha básica pra um almoço apressado numa tarde de muito, muito calor...
Aproveitando o meu manjericão que está lindo, lindo, nesse período de chuvas, não existe nada mais fácil de fazer:
Rodelas de Tomate (costumo usar o tomate "italiano", mais docinho e suculento), mozzarela de búfala e folhinhas de manjericão. 
Azeite, flor de sal (um charme que faz diferença), e pimenta do reino moída na hora, imprescindível!
Coma sem culpa, e seja feliz!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Pãozinho de azeitonas pretas...para uma noite chuvosa


Pãezinhos bem gostosos pra acompanhar uma pastinha, uma taça de vinho...numa noite de chuva por exemplo...como as que tem feito aqui...um bom filme, ou uma música de fundo...são os pequenos prazeres da vida que valem à pena...você não acha?

Anote os ingredientes, e faça a sua festa:

- xícara medidora de 240ml

Massa básica:

1 colher (chá) de fermento biológico seco
1 colher (chá) de açúcar refinado
1 xícara (240ml) de leite integral morno
2 ½ xícaras (350g) de farinha de trigo comum
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de azeite de oliva
1 receita da massa básica (acima)
½ xícara generosa de azeitonas pretas
1 ½ colheres (sopa) de folhinhas de alecrim
farinha de trigo, para polvilhar e sovar
azeite de oliva, para pincelar

Coloque o fermento, o açúcar e o leite numa tigela e misture. Deixe num cantinho morno da cozinha, sem correntes de ar, por 5 minutos ou até que o fermento borbulhe.
Adicione a farinha, o sal e o azeite ao fermento e misture até homogeneizar. Sove numa superfície levemente enfarinhada por 5 minutos ou até obter uma massa elástica e macia, adicionando mais farinha somente se necessário – evite adicionar farinha demais para não endurecer o pão.
Cubra com filme plástico e deixe crescer num lugar quentinho, longe de correntes de ar, por 1 hora ou até que dobre de volume.
Unte com óleo ou cooking spray 16 forminhas com capacidade para ½ xícara (120ml) cada.
Coloque as azeitonas sobre uma tábua de corte e pressione-as com a palma das mãos para extrair os caroços. Remova-os e então rasgue as azeitonas em pedaços não muito miúdos. Misture as azeitonas e o alecrim à massa e sove sobre uma superfície enfarinhada, adicionando um pouco de farinha para amenizar a umidade das azeitonas. Divida em 16 porções iguais e forme bolinhas com elas. Coloque-as dentro das forminhas preparadas, cubra com um pano de prato seco e limpo e deixe crescer novamente por 45 minutos ou até dobrarem de tamanho.
Pincele com o azeite e asse por 20-25 minutos ou até dourar.

Rend.: 16 unidades

Se quiser uma boa música, ouça Mafalda Minozzi...acho que tem tudo a ver com esses pãezinhos...

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Biscoitos de Polvilho da Vice

Aqui em casa adoramos biscoito de polvilho...uai, claro mineiro adora essas quitandas pra tomar com café "cê num sabia?"...Pois então, quando eu vi os biscoitos da Vó Maria no blog da Vice, já fiquei logo torcendo pra chegar o fim de semana pra gente poder provar!!!!
Receitinha nos moldes antigos, quando as medidas ainda eram feitas de "prato fundo" e concha...coisas que me pegaram de "jeito", pois fiquei na dúvida à respeito das quantidades, acostumada que sou com a modernidade da balança digital...mas não teve problema nenhum, porque a nossa querida Vice rapidamente me esclareceu tudinho, e os biscoitos estão aí, pra você também poder aproveitar...anota a receita viu? Porque é bom demais!
Ingredientes:
1 quilo de plovilho azedo
1 prato razo de farinha de milho(deixar de molho no leite para amolecer)
Sal o necessário + ou - 1 1/2 colher de sopa
2 conchas de banha de porco
1 copo (tipo requeijão) de leite
6 ovos
1 copo (tipo requeijão) de água

Modo de fazer:
Coloque o polvilho em uma vasilha grande onde dê para amassar.
Faça uma salmoura com a água e o sal
Sove muito bem o polvilho para que desmanche os gruminhos, vá pingando a salmoura para ajudar. Ferva o leite com a banha, e escalde o polvilho já bem sovado, espere esfriar.
Vá colocando os ovos um a um e amassando bem, coloque a farinha de milho ja amolecida, misture muito bem, caso precise amoleça com água ou leite.
Enrole e coloque em forma untada, leve a assar em forno quente.