sábado, 25 de dezembro de 2010

A Ceia de Natal pelo mundo

 Como será a mesa de Natal em outros países do mundo?
Eu, como sou uma curiosa pela gastronomia fui pesquisar...e, se você também é, fique sabendo aqui:

Argentina
Em terras argentinas, "el asado" é o prato natalino. Várias carnes essencialmente de vaca e respectivas entranhas são postas no grelhador, onde cozinham de duas a três horas. As carnes fazem-se acompanhar de saladas. A mais típica é uma mistura de batata, ovo e maionese mas também se fazem as saladas mais comuns: de alface, tomate e cebola.    

Cuba 
Também em Cuba o Natal é uma festa da família, e uma vez que as famílias
neste país costumam ser numerosas, a ceia de Natal é composta por um
grande banquete, onde não podem faltar o porco assado, os moros  y cristianos (feijão preto com arroz branco, pão cubano, etc.), tostones, frijoles con ron y miel, entre tantas iguarias de sabor exótico. Durante os dias que antecedem o Natal, as mulheres reúnem-se para preparar as sobremesas, que na cultura cubana são abundantes e variadas e entre as quais se contam os buñuelos e o torrão. Os homens assam o porco no espeto e vão brindando com vinho, cerveja e cidra. O banquete de Natal, ao contrário do que acontece na grande maioria dos países, acontece antes da Missa do Galo. No dia de Natal festeja-se com peru recheado assado (Pavo Relleno com Congri) acompanhado dos insubstituíveis moros y cristinanos. 

Austrália
Como o Natal na Austrália coincide com o início do Verão, os pratos preferem-se frios. Apesar de o peru recheado com puré de batata ser  o prato mais comum, também se comem frutos do mar ou saladas. Para sobremesa, a pavlova costuma ser o doce eleito. Uma tortacom base de merengue, barrada com creme e coberta por fruta fresca. 

Canadá 
Neste país norte-americano, os pratos de Natal receberam algumas influências, nomeadamente a portuguesa. Pode dizer-se que peru recheado  é tradição apesar de também se poder comer caranguejos ou frutos do mar. No Quebéc existe ainda a tortière, uma torta típica com carne de porco, cebola especiarias.

Dinamarca
O andesteg (ou pato assado) é um dos pratos eleitos. De preferência que  seja cheio e bem gordinho, dos que crescem no campo. O pato pode ser recheado com maçã e acompanhado por uma salada de couve roxa. Os pebernødder são o doce mais comum. Biscoitos típicos, ligeiramente picantes, que nunca faltam à mesa.

Finlândia
Joulukinkku pode ser uma expressão estranha mas a sua tradução tem tudo
para ser deliciosa. A perna de porco que vai ao forno é acompanhada por  pasta de mostarda e puré de batata adocicado. É porque na Finlândia o frio
mete respeito, todas as mesas têm glögg, uma bebida quente que pode ter
vinho tinto ou suco de frutos silvestres.

Grécia
Principalmente no Norte do país são comuns os lahanodolmades, que são
pequenos embrulhos de couve com arroz e carne picada dentro –  simbolizam o Menino Jesus deitado na manjedoura. O christópsomo é o doce mais requisitado. É um pão grande, de mel, canela, sementes de sésamo e de  anis coberto com amêndoas e nozes.

México 
Os pratos mais importantes nesta época são o bacalao a la vizcaína, que
consiste em postas de bacalhau em molho de tomate e pimentos vermelhos, e tamales verdes de pollo, pequenos embrulhos de verdura recheados de frango. Para beber, o ponche de frutas é fundamental, para dançar e cantar como só os mexicanos sabem.

Rússia 
A grande maioria dos russos é cristã ortodoxa, pelo que se jejua até à véspera de Natal, sendo a própria ceia isenta de carne. Ktya, uma papa de
cereais, mel e sementes de papoila, é um dos pratos mais consumidos na véspera de Natal, e os russos acreditam que ingeri-la nesta época traz saúde, sucesso e  felicidade. É frequente a bênção dos lares por um sacerdote.

Itália
Em Itália o Natal é iminentemente um banquete com o objectivo de celebrar o nascimento de Cristo. Peru assado recheado de castanhas, lentilhas, peixe, carnes variadas e o indispensável Panettone (bolo recheado de frutas cristalizadas), são algumas das iguarias sempre presentes no Natal Italiano. À semelhança do que acontece na Alemanha e na Áustria, também os italianos  apreciam o gengibre nos pratos de Natal, sendo célebre o Panforte(pão de gengibre), tal como os espanhóis, os italianos não prescindem do turrón - os frutos secos são obrigatórios nos pratos de Natal italianos.

Jamaica 
Um das marcas distintivas do Natal na Jamaica é, sem dúvida a culinária. Os
pratos exóticos, compostos por ingredientes locais, são tão extravagantes que poderiam mesmo chocar alguns ocidentais: os frutos que são usados no tradicional Bolo de Frutas ficam a marinar em vinho durante meses, e o Sorrel (bebida de especiarias, frutas e rum) é consumido em grandes quantidades. A  ceia de Natal deixa qualquer um com água na boca, pois é muito variada em carnes e acompanhamentos. 

Irlanda
Dezembro em cada casa irlandesa há sempre uma bebida quente à disposição, seja whiskey aquecido ou Irish coffe. Na véspera de Natal não falta do tradicional peru recheado, e uma fatia de bolo e whiskey é sempre reservada para o Pai Natal.

India 
Por altura do Natal os cristãos indianos decoram as mangueiras e as bananeiras e as suas casas com as folhas destas árvores. Em determinadas  localidades são usadas lamparinas de óleo como acessórios decorativos natalícios, colocados nas beiradas dos telhados e as igrejas são  decoradas com folhas de plantas tropicais e velas. É um Natal exótico, mas rigoroso em termos de respeito pelos rituais sagrados, pelo que tem lugar um extenso jejum. As maçãs em caramelo são uma sobremesa tipicamente natalícia.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Feliz Natal ¡Feliz navidad! Merry Christmas! Buon Natale!

Aos queridos leitores e amigos do Eternos Prazeres desejo um:

Feliz Natal!
¡Feliz navidad!
Bon Nadal!
Joyeux Noël!
Buon Natale!
Merry Christmas!
Noeliniz Ve Yeni Yiliniz Kutlu Olsun

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Pêssegos Temperados da Nigella

Meus amigos, minhas amigas, se me permitem, uma última sugestão para 
este ensolarado Natal
Uma receita da musa da cozinha Mrs Nigella, de quem eu sou fã, 
não posso negar... 
Pêssegos em compota, deliciosamente temperados com especiarias, como
bem gosta a dona dessa cozinha, vocês bem já o sabem...
Anote aí, é fácil e delicioso, como aliás tudo na vida deveria ser... 

Ingredientes (rende cerca de 8 porções) 

800 g de pêssegos em calda 
1 colher (sopa) de vinagre de arroz ou de vinho branco 
2 pauzinhos de canela
1 pedaço de gengibre com 4 cm, descascado e em fatias finas
½ colher (chá) de pimenta seca em flocos
½ colher (chá) de sal Maldon ou ¼ de colher (chá) de sal comum
¼ de colher (chá) de grãos inteiros de pimenta-do-reino
3 cravos-da-índia 

Modo de preparo
Ponha os pêssegos e sua calda numa panela. Junte o vinagre, a canela, o gengibre, a pimenta, o sal, a pimenta-do-reino e os cravos. Ligue o fogo e deixe a mistura ferver por 1 ou 2 minutos. Apague o fogo e deixe os pêssegos esfriarem um pouco. Sirva os pêssegos com presunto quente.
Sirva com carne de porco...ou ave...
E outra vez te desejo um Feliz Natal!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Cheese Cake com calda de morangos

Uma receita com jeitinho de Natal...
Uma ótima solução pra suas duvidas!
Uma maneira diferente e requintada de servir o bom e velho cheesecake...nas taças ele fica bem charmoso, fala a verdade?
E é fácil, não dá trabalho nenhum e vai fazer bonito na sua ceia!

Crumble:
-50g de farinha
-50g de açucar
-50g de amendoa
-50g de manteiga

Misturar bem como se fosse uma farofa, levar ao forno por alguns minutos até ficar dourado
Depois de assado e frio, colocar no fundo das taças

Creme:
-500g de cream cheese
-80 g de manteiga sem sal
-300g de creme de leite fresco 
Bater os ingredientes com fouet até formar um creme homogêneo, colocar nas taças sobre a farofa

Calda:
-500g de morango
-200g de açucar
-1/2 limao
Levar os ingredientes juntos ao fogo, deixar ferver até formar uma calda grossa. Esperar esfriar e colocar por cima do creme

Levar o doce à geladeira até a hora de servir...  
Agora me conta: Existe algo mais fácil nessa vida?

 Um ótimo Natal pra você!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Pão Laminado

Parecem corais saídos do fundo do mar...mas são pães...rústicos e despretensiosos...únicos...pra você colocar  na sua mesa de Natal, e fazer sucesso...tem um visual bem bonito, e são perfeitos pra comer com pastas, patês e frios...
Observe com atenção as quantidades da receita, e o tempo de fermentação...isso é fundamental... 
Como cobertura use o que você mais gostar, ou aquilo que sua imaginação
mandar: sal grosso, alho ou cebola desidratados, páprica, salsinha, orégano,
sementes de papoula, queijo parmesão...as opções são infindáveis...de todo
jeito fica muito gostoso, você vai ver!
INGREDIENTES

350ml de água
1 colher (sopa) de azeite de oliva
7g de fermento fresco
10g de sal (1 1/2 colher de chá)
560g de farinha de trigo (4 xícaras de chá)
3 colheres (sopa) de azeite de oliva (para pincelar a massa)

MODO DE PREPARO
Numa tigela coloque água, azeite de oliva, fermento fresco, sal e farinha de
trigo e misture bem. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente por 2 horas.
Retire o filme plástico e pincele 1 colher de azeite na parte de cima da massa.
Com as mãos sove a massa até incorporar bem o azeite. Cubra com um pano seco e deixe descansar por 10 minutos. Retire o pano e novamente pincele a parte de cima da massa com 1 colher (sopa) de azeite e sove-a até incorporar bem o azeite na massa e deixe descansar por 10 minutos.
Repita este procedimento mais uma vez (de pincelar azeite e sovar) e aguarde mais 30 minutos coberto com um pano.
Divida a massa em 6 partes iguais (150g cada uma), faça bolinhas, cubra com um pano e deixe crescer por 30 minutos até dobrar de volume.
Depois deste tempo, em uma superfície e com um rolo, abra bem cada bola de massa até que fiquem bem fininhas. Transfira cada massa para o fundo de uma assadeira do tamanho que tiver (o tamanho do fundo da assadeira vai determinar o tamanho do pão laminado). Passe levemente 1 fio de azeite na superfície da massa e polvilhe o sabor que desejar: sal grosso, gergelim, páprica, alecrim, queijo parmesão ralado ou outra erva que desejar.
Leve a assadeira ao forno médio preaquecido a 200C por 10 a 15 minutos (ou até que a massa fique levemente dourada).
Os meus eu fiz com sal grosso, cebola desidratada, sementes de papoula e sementes de abóbora