sábado, 15 de janeiro de 2011

Paozinho de Cebola delicioso recheado com queijo catupiry

Mesmo muito com toda a tristeza que assola muitos dos nossos irmãos brasileiros nesse momento de dor e sofrimento, vamos seguindo a vida...ajudando aqueles que querem ajudar, e fazendo uma corrente para o bem.
Felizmente parece que a chuva está diminuindo, e a vida vai seguindo em frente...Agradeço a Deus a oportunidade de poder ter na minha mesa sempre alguma coisa a oferecer com todo carinho à minha família, e às vocês, meus queridos leitores.
Esta receita quem me deu foi a minha querida amiga Iliane, faz muitoooo tempo...mas é um pãozinho que eu repito sempre, pois é uma delícia, todo mundo gosta e etc, etc, etc...
A foto está péssima, coitada, foi achada nos confins do meu computador, mas pode fazer tranquilamente, eu garanto que você vai adorar!

Ingredientes

3 ovos
1 cebola média picada
3 tabletes de fermento para pão - ou 10 gramas de fermento seco
2 tabletes de caldo de galinha
1 pitada de sal
1 colher de sopa de açúcar
1 copo (250ml) de óleo de soja
2 copos (250ml) de leite morno
1 kilo mais duas xícaras de farinha de trigo
Queijo Catupiry (requeijao) para rechear
Gema de ovo para pincelar
Queijo ralado para polvilhar

Como Fazer:
Bata no liquidificador os ovos, a cebola, o fermento, os tabletes de caldo 
de galinha, o sal, o açúcar, o óleo e o leite. Despeje em uma tigela e acrescente 1 kilo de farinha mexendo sempre. Aos poucos acrescente o restante da farinha trabalhando a massa sem sovar,  até que solte das mãos. Retire pedaços da massa enrole como bolas, abra  na palma da mão, coloque dentro uma colher de café de catupiry e torne a enrolar, fechando bem o pãozinho.
Coloque em assadeiras untadas e enfarinhadas bem longe um do outro 
porque crescem muito. Pincele com gema de ovo, polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno 180º ate estarem crescidos e dourados.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Blogagem Solidária - Desabrigados das Enchentes

Como todos tem acompanhado, mais uma tragédia se abateu no nosso país em detrimento das chuvas que não parama de cair, portanto, sejamos mais uma vez solidários:

Estejam atentos aos postos de coleta de donativos, e aos meios de ajudar essas pessoas que perderam tudo, inclusive muitos parentes:

EM TERESÓPOLIS:
Ginásio Esportivo Pedro Jahara, na rua Tenente Luiz Meirelles, número 211, no centro da cidade. Também podem ser entregues doações na Secretaria de Desenvolvimento Social, localizada na avenida Alberto Torres, em frente ao Hospital São José, no bairro do Alto.
A prefeitura da cidade também abriu uma conta bancária no Banco do Brasil, onde a população pode fazer doações em dinheiro, de qualquer valor. Com o nome "SOS Teresópolis - Donativos", ela está disponível na agência 0741-2 do Banco do Brasil, com o número 110000-9

EM PETRÓPOLIS:
Centro de Cidadania de Itaipava, na estrada União da Indústria; na Igreja Wesleyana, no Vale do Cuiabá; na Igreja de Santa Luzia, na Estrada das Arcas; e na sede da Secretaria de Trabalho, Ação Social e Cidadania, na rua Aureliano Coutinho, 81, no centro da cidade.

NO RIO DE JANEIRO:
Viva Rio O Programa de Voluntariado do Viva Rio também iniciou uma campanha de arrecadação de donativos (roupas e mantimentos) para a região serrana. As doações podem ser feitas na sede da ONG, na rua do Russel, 76, no bairro Glória, no Rio de Janeiro. Para maiores informações, o Viva Rio disponibiliza os telefones (21) 2555-3750 e (21) 2555-3785.

Cruz Vermelha
A Cruz Vermelha no Brasil informou que recebe doações de alimentos, materiais de higiente pessoal e produtos de limpeza nas unidades do Rio de Janeiro (Praça Cruz Vermelha, 1012, centro) e de Nova Iguaçu (na rua Coronel Bernardino de Melo, 2085, e na rua Alberto Cocoza, 86, no centro)

Polícia Militar
A partir desta quinta-feira, todos os batalhões da Polícia Militar do Estado irão receber doações para as vítimas das chuvas. O material arrecadado será encaminhado ao 12º Batalhão de Polícia Militar de Niterói, de onde será enviado para as áreas afetadas. A PM recomenda que sejam doados água mineral, alimentos e material de higiene.

Ministério Público
O Ministério Público do Rio de Janeiro recebe doações na portaria do edifício-sede do MPRJ, na avenida Marechal Câmara, 370, no centro do Rio. A coleta é feita no período das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira. Os donativos serão encaminhadas à Defesa Civil do Estado para serem distribuídas às vítimas das enchentes.

Metrô
O Metrô Rio informou que recolhe, a partir de sexta-feira, donativos para as vítimas das chuvas, em parceria com a ONG Viva Rio. A coleta será feita em 11 estações das Linhas 1 e 2: Carioca, Central, Largo do Machado, Catete, Glória, Ipanema/General Osório, Pavuna, Saens Peña, Botafogo, Nova América/Del Castilho e Siqueira Campos. Poderão ser doados até o dia 11 de fevereiro água, alimentos não perecíveis e material de higiene pessoal.

Rodovias
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também vai receber donativos a partir desta quinta-feira em postos montados nas principais rodovias da região. Dois postos irão funcionar 24 horas, no km 269 da BR-101, no trecho de Casemiro de Abreu, e na BR-101, no pedágio da Rio-Magé.

Outros três postos devem funcionar das 8h às 17h, no km 109 da rodovia Washington Luís, e na Presidente Dutra, no km 133, próximo ao pedágio, e no km 227. Os donativos arrecadados serão entregues à Cruz Vermelha, que fará a distribuição.

Bancos
O Banco Bradesco abriu uma conta uma conta corrente para receber doações em solidariedade às vítimas das enchentes que afetaram a região serrana do Rio de Janeiro. O fundo tem como nome do beneficiário "Fundo Estadual da Assistência Social" e está disponível na agência 6570-6 e conta corrente 2011-7.
A Caixa Econômica Federal também abriu uma conta corrente para ajudar as vítimas das chuvas no estado do Rio de Janeiro. As doações aos moradores das regiões em estado de emergência podem ser feitas na conta da Defesa Civil do Rio de Janeiro, número 2011-0, agência 0199, operação 006.

Supermercados
O grupo Pão de Açúcar montou postos de coletas de donativos nas 100 lojas da rede no Rio de Janeiro. As doações podem ser feitas nos supermercados Pão de Açúcar, ABC Compre Bem, Sendas, Extra Supermercados e Assaí. De acordo com a assessoria do grupo, o material será recolhido até o dia 26 de janeiro.

Shoppings
O grupo Aliansce do Rio de Janeiro disponibilizou caixas de coleta de doações do Programa Aliansce Solidária, distribuídas nos shoppings Leblon, Via Parque, Grande Rio, Caxias, Bangu, Carioca, Passeio e Santa Cruz. O Center Shopping Rio, em Jacarepaguá, também recebe doações para os desabrigados das chuvas da região serrana. Serão recolhidos agasalhos, colchonetes, alimentos não perecíveis, água mineral e material de higiene pessoal.

Flamengo
O Flamengo recebe donativos na sede do Clube, na Gávea, no Rio.

Doação de sangue
O Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (HemoRio) solicita que a população doe sangue para atender as vítimas das chuvas. A doação pode ser feita na sede do instituto, na rua Frei Caneca, 8, na região central da cidade do Rio de Janeiro.

Volta Redonda
As cidades de Três Rios, Sapucaia e Areal, que também sofreram com as chuvas desta semana que atingiram a Região Serrana do estado, receberão donativos conseguidos pela Cruz Vermelha de Volta Redonda.

Sesc/Senac e Fecomércio
As unidades do Sesc Rio e Senac Rio e a sede do Sistema Fecomércio estão coletando água mineral, alimento não-perecível, roupas de cama e banho, material de limpeza e de higiene pessoal e colchões para as vítimas.
As unidades do Sesc receberão as doações de terça a domingo, das 9h às 17h.
Fecomércio-RJ - Rua Marquês de Abrantes, 99, Flamengo, de segunda a sexta, das 9h às 18hrs

Sesc Copacabana – Rua Domingos Ferreira, 160
SescTijuca – Rua Barão de Mesquita, 539
Sesc Ramos – Rua Teixeira Franco, 38
Sesc Madureira – Rua Ewbanck da Câmara , 90
Sesc São Gonçalo – Avenida Presidente Kennedy, 755
Sesc Niterói – Rua Padre Anchieta, 56 – Centro
Sesc São João de Meriti – Avenida Automóvel Clube, 66 –
Sesc Nova Iguaçu – Rua Dom Adriano Hipólito, 10 – Moquetá
Sesc Teresópolis – Av. Delfim Moreira, 749 – Centro
Sesc Quitandinha (Petrópolis) – Avenida Joaquim Rolla, 2 – Quitandinha

As unidades do Senac Rio receberão as doações de segunda a sexta, das 9h às 19h e, aos sábados, das 9h às 12h.

Niterói – Rua Almirante Teffé, 680 – Centro
Copacabana – Rua Pompeu Loureiro, 45
Marapendi – Avenida das Américas, 3959 – Barra da Tijuca

Faculdade Senac Rio – Rua Santa Luzia, 735 – Centro
Botafogo – Rua Bambina, 107

CNBB - ajuda para TODA A REGIÃO SUDESTE AFETADA
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou uma campanha de arrecadação de donativos para as vítimas de toda a região sudeste. Batizada SOS Sudeste, ela irá recolher dinheiro por meio de duas contas correntes: Conta 1490-8, Agência 1041 - OP. 003, Caixa Econômica Federal e Conta 32.000-5, Agência 3475-4, Banco do Brasil.

Para quem for de PORTO ALEGRE:
A Defesa Civil do Estado montou um posto permanente de recebimento de doações no Armazém 7 do Cais do Porto, em Porto Alegre. Além das doações no Cais do Porto, quem quiser ajudar pode ligar para o 199 ou para (51) 3210-4219.

Para ajudar os Desabrigados em São Paulo
Os donativos podem ser entregues no posto da Cruz Vermelha localizado na Avenida Moreira Guimarães, 699, em Indianópolis (próximo ao aeroporto de Congonhas), de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Entre os alimentos, a Cruz Vermelha espera receber aqueles de fácil preparo, como feijão, arroz e macarrão. Biscoitos e água também são sempre bem-vindos. Eles também pedem leite em caixinha porque o leite em pó exige o preparo com água, e esta pode estar contaminada.Quem quiser doar itens de higiene pessoal pode levar sabão, sabonete, fraldas e papel higiênico. A Defesa Civil de municípios como Mauá, no ABC, e São José dos Campos farão a retirada dos donativos.

Em Atibaia, a 64 km da capital paulista, o Fundo Social de Solidariedade recebe doações para as vítimas da enchente. A prefeitura decretou nesta terça-feira (11) situação de emergência no município. O decreto deve vigorar por um prazo de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias. Em apenas cinco horas, entre segunda e terça-feira, choveu na cidade mais da metade da chuva esperada para o mês de janeiro. As famílias precisam de água, leite, bolacha, achocolatado, café, material de limpeza (água sanitária e sabão em pó), material de higiene pessoal (xampu, sabonete, creme dental, escova de dente e papel higiênico), pano de chão, rodo e vassoura. As doações deverão ser entregues na Rua Adolfo André, 1.055, no Centro de Atibaia.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Pão de Queijo de Singapura

Pra dizer a verdade não tenho a menor idéia de onde tenha vindo o nome desse pão de queijo...será que em Singapura tem pão de queijo também? Vai saber!!!
O fato é que eu vi essa receita no Mais Você, e fiquei logo querendo fazer, afinal, mineiro tem que ter pão de queijo na mesa todo dia, vocês já sabem...
E depois reforcei minha vontade quando vi os pãezinhos de queijo que  a Ana do delicioso blog  http://cozinhadaninha.blogspot.com/ fez...
Receitinha fácil, rápida, e os pães de queijo ficam macios, leves e super saborosos...faz também, você vai adorar, tenho certeza!
A receita:
- 1 xícara (chá) de polvilho doce (125 g) usei polvilho azedo 
- 1 gema 
- 5 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado 
- 200g de cream cheese
- sal a gosto

1 - Numa tigela coloque 1 xícara (chá) de polvilho doce (125 g), 
200 g de cream cheese, 1 gema, 5 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado e sal a gosto e misture com as mãos até ficar uma massa homogênea
Obs: a massa no começo parece dura, mas depois com o calor das mãos vai amolecendo e dando ponto 
2 - Com as mãos faça pequenas bolinhas, coloque numa assadeira untada com manteiga e leve ao forno médio pré-aquecido a 180 graus por +/- 20 minutos. 
Retire do forno e sirva em seguida
RENDIMENTO: 20 bolinhas de 15 g

 
Se você quiser outra reeita de pão de queijo tem aqui: 
http://eternosprazeres.blogspot.com/2009/09/o-pao-de-queijoe-mineirouai.html

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

A Mesa Voadora - um cardápio de crônicas deliciosas

Adoro ler, e ultimamente os livros que tem caído nas minhas mãos tem como tema central a gastronomia. Essa delícia de livro foi meu companheiro do último fim de semana, e recomendo à você, que gosta de uma leitura leve, despretenciosa, tendo o mundo da comida e bebida como tema central.
Leia a resenha da editora, e veja se te interessa: 

"Diga-lhe o que gostas de comer, que tipo de relacionamento tem com maîtres, garçons e chefs ou como se porta num buffet que ele dirá se tu és ou não um bom-gourmet! Ninguém melhor que Luiz Fernando Veríssimo para desvelar a alma de um comensal e suas agruras com o dia-a-dia.  
Em A MESA VOADORA , ele nos oferece um cardápio variado e irresistível: histórias sobre iguarias de dar água na boca e todos os preceitos para saboreá-las com propriedade."
Agora, faço questão de repartir com vocês uma das crônicas do livro. que eu mais gostei:

O come e não engorda

Luis Fernando Veríssimo 

Ninguém é mais admirado ou invejado do que o come e não engorda. Você o conhece. É o que come o dobro do que nós comemos e tem metade da circunferência e ainda se queixa: 
- Não adianta. Não consigo engordar.
O come e não engorda é meu ídolo. Só não lhe peço autógrafo por inibição. Meu sonho é emagrecer e depois nunca mais engordar, por mais que tente. Quando eu diminuir, quero ser um come e não engorda.
Não se deve confundir o come e não engorda com o enfastiado. Este pertence a outra espécie. Não é humano. Pode até ser melhor do que nós, um aperfeiçoamento, mas não é humano. Afinal, o que une a humanidade é o seu apetite comum. Não é por nada que partilhar da comida com o próximo tem sido um símbolo de concórdia desde as primeiras cavernas. Até hoje as conferências de paz se fazem em volta de uma mesa onde a comida, se não está presente, está implícita. Desconfie do enfastiado. Ele será um agente de outra galáxia ou um poço de perversões, ou as duas coisas. De qualquer maneira, mantenha-o longe das crianças. Quando encontrar alguém na frente de um prato cheio só emparelhando as ervilhas com a ponta da faca, notifique os órgãos de segurança. É um enfastiado e pode ser perigoso. Sempre achei que as pessoas que comem como um passarinho deviam ser caçadas a bodoque. O seu fastio, inclusive, é um escárnio aos que querem comer e não podem.
Já o come e não engorda compartilha do nosso apetite, só não compartilha das conseguências. Ele repete a massa e não tem remorso. Pede mais chantily e sua voz não treme. Molha o pão no café com leite! E ainda se queixa:
- Há 15 anos tenho o mesmo peso.
O come e não engorda só parou de mamar no peito porque proibiram sua mãe de ficar junto no quartel. Quando o come e não engorda nasceu, uma estrela misteriosa apareceu no Guide Michelin de restaurantes para aquele ano. O come e não engorda caminha sobre a sauce bernaise e não afunda. Multiplica os filés de paixe à meunière e os pães de queijo. Por onde o come e não engorda passa, as ovelhas se atiram para trás e pedem “me assa!”. O come e não engorda tem o segredo da Vida e da Morte e, suspeita-se, o telefone da Bruna Lombardi. E ainda se queixa:
 - Tenho que tomar quatro milk-shakes entre as refeições. Dieta.
Dieta! E você ali, de olho arregalado."

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Bolachinhas de Coco - Saboreando a Vida

Em homenagem à minha querida amiga Marly, do sempre delicioso Saboreando a Vida, temos hoje um café da manhã especial...com essas bolachinhas de coco a terca feira fica leve, e eu saio pra trabalhar literalmente saboreando a minha vida! Obrigada minha amiga, as bolachinhas ficaram deliciosas! 

Pode fazer a receita abaixo, que você também vai adorar, prometo! 

Bolachas de Coco
(rende cerca de 22 bolachas) 

Ingredientes 

2 e 1/4 xícaras (chá) de amido de milho (Maizena) - nesse caso, eu usei metade da medida de farinha de trigo, já que não gosto muito do sabor da maizena...espero que a Marly me perdoe! 
1/2 xícara (chá) mais 1 colher (sopa) de açúcar 
1/2 xícara (chá) de manteiga ou margarina 
5 colheres (sopa) de coco ralado para massa, mais duas xícaras (chá) para
rolar os biscoitos 
2 colheres (sopa) de leite de coco 
1 colher (chá) de fermento em pó 

Outros 
1 xícara (chá) de água gelada para servir de cola 

Coloque as duas xícaras de coco para rolar os biscoitos num prato grande e ponha o prato de lado. Numa tigela, misture os ingredientes da massa, na ordem em que eles aparecem na receita. Faça bolinhas, molhe-as rapidamente na água gelada e role-as no coco ralado. Depois ponha as bolinhas, já recobertas de coco, na assadeira untada e enfarinhada, deixando um pequeno espaço entre elas, pois elas se achatam e esparramam. Leva a assadeira ao forno médio (180ºC), por 15/20 minutos (até que as bolachinhas ganhem um leve tom dourado, nas bordas e estejam cheirando a bolachas assadas, rsrs, mas não deixe que corem muito, pois elas devem ficar branquinhas).  Depois de assadas, desprenda-as da assadeira,  cuidadosamente, com o auxílio de uma faca, pois elas são delicadas e quebram facilmente.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Salada marroquina de laranja e canela

Esse livro ganhei de presente de Natal, e nem preciso dizer que adorei, pois é mesmo a "minha cara"...ou a cara da comida que eu gosto de preparar! Aproveitando o tempo quente que tem feito por aqui nos últimos dias, para estréia das receitas marroquinas deliciosas e um tanto "exóticas", pelo menos pra nós...optei pela salada de laranja e canela. Super refrescante, com o  sabor bem diferente e especial da canela e o realce da água de flor de laranjeira. Não sei se acontece com você, mas muitas vezes viajo na comida que eu preparo, e dessa vez fui ao distante Marrocos, um país que ainda não tive a oportunidade, mas que um dia, ainda hei de conhecer!
Ingredientes para quatro porções:  

3 laranjas
suco de 1 laranja
suco de 1/2 limão
2 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
1/2 colher (café)de canela em pó
1 colher (café) de água de flor de laranjeira

Descasque bem as laranjas, retirando todas as peles brancas. Corte-as em rodelas finas, retire todas as sementes e coloque as rodelas em uma travessa. 
Misture os dois sucos em uma tigela, depois incorpore o açúcar e a água de flor de laranjeira. Mexa bem para dissolver o açúcar, depois despeje sobre as rodelas de laranja. Polvilhe com canela e sirva.