sábado, 17 de setembro de 2011

Panquecas de ricota...um café da manhã caprichado para um dia que amanheceu gelado

Depois de dias seguidos de muito sol e calor, hoje amanheceu bastante frio por aqui...
Uma manhã fria muitas vezes nos dá ânimo de comer mais pela manhã...eu acho péssimo...rsss...mas o frio dá fome, não tem jeito!
Essas panquecas já são minhas conhecidas de outras épocas...costumo fazer com calda ou mel, quando os meninos estão em casa, mas hoje como estou só eu, preferi dar uma pequena trégua nas calorias, e apenas polvilhar açúcar de confeiteiro...ficou bom do mesmo jeito, acreditem!
A receita vem da Valentina, lá do Trembom...minha eterna fonte de inspiração...e sim, eu recomendo muito!

Panquecas de Ricota

Ingredientes:
1 1/3 xícaras de ricota amassada com um garfo
¾ xícaras de leite
4 ovos, gemas e claras separadas
1 xícara de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
Uma pitada de sal
50g de manteiga para fritar

Coloque a ricota, leite e gemas numa tigela e bata até misturar tudo. Peneire a farinha de trigo, fermento e sal dentro de uma outra tigela. Ponha mistura de ricota na vasilha aonde esta a farinha de trigo e mexa pra misturar.
Bata as claras em neve e coloque tudo junto com a mistura de ricota – utilize uma colher de metal. Misture levemente.
Unte uma frigideira e meça 2 colheres de sopa da mistura por panqueca. Utilize fogo em temperatura média – por volta de 2 min de cada lado, até que as panquecas fiquem levemente douradas. Utilize o acompanhamento que quiser.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Um risoto de beterraba e uma grata surpresa

Não dava nada por essa receita do restaurante Oryza, que eu encontrei no gnt gourmet
Mas o que não era nada acabou sendo uma grata surpresa  em matéria de risoto! 
Cor linda, garantindo um visual perfeito, e sabor suave e muito agradável 
Recomendo muito! 
Fiz meia receita, que serviram duas pessoas que aliás ficaram muito felizes... 
A telhinha de parmesão é só um charme...a receita pede para povilhar parmesão ralado.

Risoto de Beterraba

Ingredientes:
150g de beterraba
500g de arroz carnolli
100g de cebola picada
200ml de vinho branco seco
15g de manteiga
850ml de caldo de frango (ou de vegetais para uma versão vegetariana)
150g de manteiga sem sal (para finalização)
10g de queijo parmesão ralado
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Para o purê de beterraba, cozinhe as beterrabas descascadas e temperadas com sal e pimenta em sous vide, a 90ºC, por 75 minutos, ou asse no forno embrulhadas no papel alumínio a 180º C até ficarem macias. Processe as beterrabas para obter um purê liso. Para fazer o risoto, sue a cebola na manteiga e adicione arroz. Puxe até que os grãos fiquem translúcidos. Adicione o vinho branco, mexa até secar e adicione caldo de frango. Mexa sempre, até o grão ficar al dente. Finalize adicionando o risoto com purê de beterraba. Coloque a manteiga e o queijo ralado.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Porque eu prefiro Paris...

Dando continuidade ao post abaixo...
Um dos meus motivos para preferir Paris...
Só em Paris existe a praça dos pintores em Montmartre...onde numa tarde de verão eu chorava de emoção enquanto minha filha era lindamente retratada por um talentoso senhor malaio, que me perguntava muito preocupado: " Você está passando bem?" ...e no que eu disse sim, sim, só estou emocionada...ele me respondeu: "Fazendo retratos eu já presenciei de tudo, até alguém que teve uma crise epilética, enquanto estava posando...mas durante todo esse tempo em que faço retratos aqui, eu nunca tive a oportunidade de ver alguém que chorasse de emoção!"
Coisas que só acontecem em Paris...

Paris ou New York?

Bárbara a idéia e os trabalhos que o artista gráfico Vahram Muratyan desenvolve, mostrando de forma divertida as principais "diferenças" entre essas duas metrópoles fantásticas...
Esses são apenas alguns dos muitos banners que estampam o seu blog, mas recomendo que você visite:
http://parisvsnyc.blogspot.com e veja todos os outros, vale muito a pena!
Eu amo as duas, mas confesso que tenho uma certa "queda" por Paris!
E você? Paris ou New York?

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Madeleines com água de rosas

Tenho esta receita há muito tempo...herança de um tempo muito bom...quem me deu foi a Valentina, minha amiga do Trembom.
Desde  então, eu já repeti essas delícias muitas vezes...nunca me canso!
Madeleines são sempre muito gostosinhas, uma boa companhia pro café, chá ou mesmo pra presentear alguém como eu fiz aqui, por exemplo...
Ah, mas eu não tenho forminhas de madeleine, você vai me dizer...Não se acanhe não...faça suas madeleines nas forminhas que você tem, as de empada pequenas servem perfeitamente, você vai ver!

Anote essa receita, e delicie-se!

Madeleines com água de rosas

Ingedientes:
50g de manteiga sem sal
1 ovo grande
40g de açúcar
Pitada de sal
45g de farinha de trigo
1 colher de chá de água de rosas
açúcar de confeiteiro para polvilhar

Modo de Fazer:
Derreta a manteiga em temperatura baixa e deixe esfriar. Bata os ovos, o açúcar e o sal por aproximadamente 5 minutos – a consistência deve ser de maionese. Tive que bater por mais de 5 minutos. Pegue uma peneira e ponha em cima da tigela, peneira a farinha de trigo e misture tudo levemente com uma colher de pau. Reserve uma colher de sopa rasa da manteiga derretida para untar as forminhas e coloque o resto junto com a mistura da farinha. Acrescente também a água de rosas e mexa tudo delicadamente. Cubra a tigela com plástico PVC e ponha na geladeira por 1 hora.Quando retirar da geladeira deixe esfriar por 30 minutos..Enquanto isso esquente o forno em temperatura de 220oC.
Unte as forminhas e divida a massa entre elas. Utilize uma colher de chá sem encher demais as conchinhas pois crescem muito. O tempo no forno é de aproximadamente 5 minutos.Fique de olho. Retire e deixe esfriar numa grelha.

Rende aproximadamente 48 unidades.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Canetas comestíveis...para você parar de mascar as suas!

Você também tem mania de mascar as canetas enquanto se concentra para escrever algo?
Pensando nisso, o  designer holandês Dave Hakkens,resolveu "bolar" essas canetas totalmente comestíveis...
Ele partiu da idéia de que a única coisa que não se pode realmente comer numa caneta é a tinta, a "capa", ou seja, o restante dela é só para preencher...e sendo assim, por que não usar um "preenchimento" que pudesse ser mastigado e depois engolido?
Armado com essa informação, ele então fez três moldes diferentes e começou a testar diferentes tipos de doces, na investigação dos aspectos cruciais do seu projeto, como os pontos de ruptura, sabores e texturas que seriam mais gostosos de serem mastigados
O primeiro sabor a ser testado foi o de hortelã, mas hoje a caneta já pode ser encontrada em outros diferentes sabores como por exemplo: laranja, banana, kiwi ou tutti fruti.
As canetas são preenchidas com tinta também comestível, a única parte não comestível é o pequeno "ponto" onde você escreve, mas que ao terminar de ser totalmente mastigada você pode trocar por um novo refil.
E não precisa ter medo: Dave garante que o material usado nas suas canetas não viram "meleca" na suas mãos, e não te causarão qualquer transtorno ou sujeira!
Uma pena que atualmente eu só escreva no computador, mas esse cara merece meu aplauso!
Via: http://www.davehakkens.nl

domingo, 11 de setembro de 2011

Bolo de Maçãs da Ângela e a amizade entre os blogs

Ter um blog é uma forma de interagir com pessoas incríveis, trocar idéias, conselhos, receitas, palavras carinhosas, energia positiva...sempre!
Hoje tive a alegria de tomar meu café da manhã (diga-se uma xícara bem cheia de café preto) com esse bolinho tão gostoso que a minha querida Ângela, http://orapitangas.blogspot.com/, me apresentou!
Infelizmente não tinha as peras, tampouco as ameixas citadas na receita dela, mas como tinha maçãs, acho que não ficaria mau...e não ficou mesmo, pelo contrário, ficou foi muito bom!
Recomendo a todos, e agradeço à minha tão doce amiga por ter me recomendado essa delícia!
Bom dia a todos, porque aqui o calor está de "rachar" e eu preciso urgentemente procurar uma piscina pra me refrescar!

Não se esqueçam de anotar a receita ( como está na no Ora Pitangas)

Bolo de pêras e ameixas pretas (onde eu usei maçãs)

Ingredientes: 
3 pêras pequenas (usei 3 grandes)
14 ameixas pretas
100 ml de leite (usei 120 ml)
2 ovos
70g de farinha de trigo (usei 140 gramas)
50g de açúcar
20g de manteiga derretida
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
1 pitada de sal
açúcar de confeiteiro para polvilhar

Preparo: 
Peneire a farinha, fermento e o sal. Bata os ovos com o açúcar até espumar. Adicione a manteiga derretida fria, o leite e a baunilha. Una bem e acrescente a mistura de farinha aos poucos.Divida a massa em 2 partes. Ela fica bem líquida. Fatie finamente as pêras descascadas. Junte a uma das partes da massa e envolva bem para não oxidar.Faça o mesmo com as ameixas, colocando na outra massa. Unte e enfarinhe um pirex de 20 cm X 20 cm*. Despeje primeiro a mistura de maçãs e alise bem com as costas de uma colher. Depois as pêras, alise novamente, deixando bem compacta. Forno pré-aquecido a 200°, asse por 35 minutos. Deixe esfriar e polvilhe açúcar de confeiteiro.