quarta-feira, 3 de abril de 2013

Salada de abacate e atum...e os filmes bizarros, mas maravilhosos que tenho assistido

Salada de abacate e atum pode parecer bizarro pra você, mas eu adorei essa mistura!
Simplicidade na medida certa, poucos ingredientes que juntos fizeram a alegria do meu paladar!
Não vou saber te dar uma receita, mas se você se sentiu tentado, eu fiz assim:
A polpa de um abacate grande picada, uma lata de atum escorrido, um punhado de azeitonas pretas picadinhas, meia cebola roxa ralada, uma pimenta vermelha sem as sementes picadinha e os temperos: suco de limão,  
azeite com vontade, colherzinha de maionese light, sal, pimenta do reino.
Advinha? Comi feliz e saltitante!
Gosta de cinema? Qual estilo de filmes você prefere?
Eu já disse várias vezes aqui no blog que tenho preferência por filmes europeus não é? 
Os franceses são os meus favoritos, mas tenho descoberto alguns outros, de nacionalidades distintas que tem me agradado também.
Alemães, turcos e escandinavos são também sempre muito bons, embora seja bem mais difícil seguir os diálogos.
Já que eu falei de uma salada "bizarra", vou deixar aqui para você, que também gosta de filmes, digamos, particulares, duas indicações de filmes, mesmo que um deles tenha vindo dos americanos de Hollywood, eu achei que valeram muito a pena, tentei indicar às minhas irmãs, e para alguns amigos, mas não tive sucesso, todo mundo achou "diferente" demais...quem sabe aqui eu terei mais sorte?

Vamos lá, eu gostaria de indicar para você estes aqui: 

A vida do professor Germain (Fabrice Luchini) não estava lá essas coisas. Ele já não escondia seu cansaço de lidar com alunos cada vez mais idiotas e incentivá-los a ler para poder escrever melhor era um martírio que parecia não ter fim. Um dia, uma supresa. No meio de textos desprezíveis uma redação altamente sedutora e, melhor, com um final em aberto. Nela, o adolescente Claude (Ernst Umhauer) relata seu contato com a família de um colega, salienta sua intenção de fazer parte daquele núcleo e, em especial, seu desejo pela mãe do amigo, vivida pela sempre exótica (Emmanuelle Seigner). Animado com o estilo da escrita e também com essa coisa edipiana, o adulto incentiva a continuidade a cada novo encontro, o jovem atende ao pedido, mas esconde um detalhe nas entrelinhas: não fazia ficção, vivia uma realidade.
Qual é a importância do sexo para a formação de uma pessoa? Esta questão é a aflição maior de Mark O'Brien, poeta e escritor que desde a infância está preso a um imenso aparelho, apelidado de "pulmão de aço", devido à poliomielite. Sem poder mexer os músculos do corpo, com exceção da cabeça, ele leva uma vida repleta de limitações, entre elas a de sair de sua própria casa – seus pulmões aguentariam trabalhar sozinhos apenas por cerca de três horas. Mark leva a vida com um certo humor irônico, sem reclamar de sua situação. Entretanto, por jamais ter tido uma experiência sexual, ele se sente incompleto. É a partir deste ponto que o diretor Ben Lewin desenvolve uma história delicada, não apenas pelo modo como é desenvolvida mas também por abordar questões que, ainda hoje, são consideradas tabus.

Fonte: http://www.adorocinema.com

17 comentários:

  1. Adorei essa linda salada!!
    Ótimos filmes.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Renata,
    Amei a salada, utilizo muito o abacate em saladas, esta combinação eu vou preparar em breve.
    Os filmes, meus filhos escolhem mais filmes ingleses e nacionais, tenho de fazer uma seleção... rsrs
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da salada, tem um aspeto muito apetitoso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. enata, gostei bastante da salada e ainda não experimentei assim com atum...vou fazer!
    E obrigada pela dica de filme!
    Bjs e um ótimo dia!

    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  5. Oi, Re,

    A salada é diferente e muito nutritiva, taí uma receita para eu experimentar, rsrs.
    Quanto aos filmes, eu já havia agendado os dois. O primeiro "Dentro da Casa" trata perifericamente de um assunto que sempre me interessou: o do talento nato, que brota de forma às vezes desconcertante, que é o que possui o aluno da estória. E isso sem falar na trama principal, né? rsrs.
    Do segundo eu fiquei sabendo quando li uma entrevista com a terapeuta sexual que inspirou o filme (Cheryl Greene). Achei incrível a estória dela, que leva muito a sério a função de ... digamos, recuperadora sexual de pacientes necessitados. Ela não se vê como prostituta, e na verdade não é mesmo. Na entrevista ela diz: A prostituta deseja que o cliente retorne, nós (ela é auxiliar de psicológo) desejamos que ele se cure e não retorne, rsrs.

    Um beijo e boa tarde, darling!

    ResponderExcluir
  6. Essa saladinha ficou com uma ótima apresentação, kiss

    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/p/e-um-projeto-qu-e-pretende-difundir.html

    ResponderExcluir
  7. Oi linda
    Eu e Michele somos apaixonados por filmes!

    Quando morava no Brasil eu "era feliz e não sabia", pois o abacateiro da casa da minha vizinha era enorme e invadia grande parte do quintal da minha casa, mas nós mal olhávamos para os abacates.
    Agora, morando aqui na Itália, encontro abacate que vem de Israel, custa "os olhos da cara" e não são muito bons:(
    Bjo grande
    Léia

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro qualquer tipo de filmes. Esta salada chegou na hora certa. Porque ganhei um monte de abacates e não sabia o que fazer. Agora já tenho uma ótima idéia. Eu adoro salada de abacate.

    ResponderExcluir
  9. Sempre reinventando o simples e tornado-o maravilhoso.

    ResponderExcluir
  10. bem como eu adoro abocate para mim esta prefeita e com atum ainda mais bjs

    ResponderExcluir
  11. Gosto de ambos , nunca os juntei mas gostei muito do aspecto.
    bs

    ResponderExcluir
  12. Oi Renata,

    Adorei as dicas de filmes, também adoro filmes europeus, principalmente os franceses.
    Você já assistiu ao "A Vida da Outra Mulher" com a Juliette Binoche?
    É demais!
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Adoro abacate, e tenho aqui em casa... Vou correndo fazer a receita... FUI!!!
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

    http://decolherpracolher.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Qué rica la ensalada servida dentro del aguacate.
    Poco tiempo queda para ver cine, pero hay buenas películas.
    Besos.

    ResponderExcluir
  15. Adoro colocar abacate na salada, dá um toque bem especial a ela!!!Essa sua receita deu água na boca, maravilhosa!!!!!!!!!Beijos e uma excelente quinta-feira!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Olá Renata, vim retribuir a sua visita carinhosa lá no meu cantinho, adorei tudo que vi por aqui e esta salada está esplendida, adorei.
    bisous ma belle

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo aqui,fique a vontade para deixar seu comentário!