sábado, 12 de janeiro de 2013

Bolo de Maracujá e Doce de Leite

Este bolo, que veio lá do figosefunghis. é um verdadeiro pecado.
Ainda bem que ele fica pequeno e não rende muito!
Ufa!

Bolo de doce de leite com maracujá

Ingredientes:
1 xícara (de chá) de farinha de trigo peneirada
1 xícara (de chá) de doce de leite cremoso
1/2 xícara de chá de açúcar mascavo
1 ovo levemente batido
polpa de 1 maracujá azedo
1/2 colher (de chá) de fermento químico em pó
1/2 colher (de chá) de bicarbonato de sódio
3 colheres (de sopa) de manteiga sem sal  
1 pitada de sal
Modo de Preparo: 
Pré-aqueça o forno em 180º. 
Num bowl de vidro grande coloque a manteiga e leve ao microondas por 15 segundos.
Retire e mexa com vigor para desmanchar de forma homogênea. 
Misture o açúcar mascavo neste mesmo bowl, e em seguida o ovo levemente batido. 
Adicione metade da polpa de maracujá e metade do doce de leite. 
Misture rapidamente.
Comece a acrescentar aos poucos todos os ingredientes secos peneirados juntos. 
Misture até formar uma massa homogênea e transfira para uma assadeira pequena forrada com papel manteiga já untado com óleo vegetal ou manteiga sem sal. 
Distribua o restante do doce de leite sobre todo o bolo, em pequenos montinhos. 
Depois distribua o restante da polpa de maracujá sobre cada porção de doce de leite.

Cuidado pra não comer o bolo inteiro!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Reciclando e Transformando

Foto: http://pinterest.com/


Super charmosa essa ideia:
Olha só:
A televisão do tempo da vovó virou um bar super transado e cheio de charme,
Reciclar é transformar, pura arte e o maior bom gosto,
Você não acha?

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Salada de batatas com maçã, mostarda e picles

Saladinha de inspiração alemã, mas que vem bem a calhar em tempos de calor excessivo e necessidade de comer alguma coisa mais fria e não muito pesada.
Na Alemanha e países nórdicos é bem comum um prato de salada de batatas e algum embutido, como as maravilhosas salsichas que a gente só vê por lá...
Nada igual, mas uma adaptação que vem muito bem

Receita não existe, cada um prepara a salada de batatas a seu modo.
A minha eu faço assim: 
Batatas cozidas em água com sal, maçãs sem casca picadas, picles de pepino picadinho.
Temperos: maionese em pouca quantidade só para dar "liga", mostarda em muita quantidade porque eu adoro, sal e pimenta do reino moída na hora.
Um fio de azeite? Claro, afinal, a salada é sua, e você faz como quiser!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Série Cidades de Sonho - Barcelona


De vez em quando cismo de organizar as (poucas) fotos que eu tenho tempo de tirar quando viajo.
Seja para me organizar, para mostrar para algum cliente, ou mesmo para recordar os lindos locais que eu já tive o prazer de visitar.
Ontem me deparei com essas fotos da linda capital da Cataluña, e me deu muita vontade de compartilhar um pouquinho da lindíssima Barcelona com vocês...


Barcelona lembra arte, cultura, cores, arquitetura, modernidade
A Cidade onde viveu Gaudí é um museu a céu aberto...
Veja o Parque Güell, cujas fotos você pode observar, por exemplo, projetado por Antonio Gaudí é o parque mais famoso de Barcelona, hoje declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. 
Mas não foi sempre assim: Gaudí foi criticado e o seu Parque tratado como "ultrajante modernismo", "surrealista ilha", "pesadelo expressionista ".
É preciso visitá-lo para ter sua opinião. 
Mas eu digo que as obras que Gaudí eternizou com cacos de azulejo são diferentes e exclusivas, únicas!


Deve-se a Gaudí também a mundialmente conhecida "Sagrada Família" 
A monumental igreja que o famoso artista foi encarregado de continuar, mas tendo morrido em 1926  não chegou a ver sua mais importante obra finalizada.
Sempre em obras, não se sabe ao certo quando este cartão postal da cidade de Barcelona será por fim dada como finalmente terminada.

O belíssimo Palácio Nacional, construído para a Exposição Internacional de 1929,  hoje abriga o Museu Nacional de Arte da Cataluña
Aos sábados a noite acontece o espetáculo conhecido como Dança das Águas, onde as fontes são acesas, e a água literalmente dança ao som de músicas imortais.
Nem preciso de dizer que ali se juntam os turistas e os habitantes das redondezas, a multidão ávida por um grande momento de poesia... imperdível!

“Camp Nou” significa campo novo em catalão. O famoso estádio do Barcelona Futebol Clube abriga um museu onde há exposições que contam a história de um dos maiores clubes do mundo
Dessa forma, o estádio se transforma em um verdadeiro ponto turístico, especialmente aos obstinados por futebol, o que não é bem o meu caso, mas estar ali é sim emocionante, não posso negar!

Por fim, como não podia deixar de ser, um dos meus maiores prazeres: a gastronomia catalã, muito bem representada pelo seu prato mais famoso: 
a Paella...nesse caso de lagosta...divina!

domingo, 6 de janeiro de 2013