sábado, 6 de abril de 2013

Brioches de Doce de Leite


Por mais que eu tente, eu não resisto...
Não consigo ter um pouco de doce de leite à mão e deixar de procurar alguma coisa bem gostosa pra fazer com ele...
Brioches super macios recheados com doce de leite dentro, perfeitos...me rendi totalmente!


Brioches recheados com Dulce de Leche, a receita veio desse site

1/4 xícara de água quente
1/4 xícara de leite integral
3 colheres de chá de fermento seco granulado
2 3/4 xícara de farinha sem fermento
1 1/2 colher de chá de sal
3 ovos em temperatura ambiente
3 colheres de sopa de açúcar granulado
175 gramas de manteiga à temperatura ambiente                          
1 ovo para pincelar os  brioches

Em uma tigela grande misture a água morna e o leite, polvilhe o fermento e mexa, deixando o fermento hidratar por 8 minutos.
Adicione a farinha e  o  sal até formar migalhas grandes ( isso pode ser feito com um misturador de mão ou na batedeira com as  lâminas em espiral) por cerca de 2 minutos.
Adicione os ovos um a um, e bata até incorporar, adicione o açúcar e bata em velocidade média até obter uma massa lisa, cerca de 3 minutos.
Trabalhando em velocidade baixa comece a adicionar a manteiga uma colher de sopa de cada vez, para incorporar tudo, cerca de 4 minutos, quando então a massa deve estar brilhante e sedosa. Agora pode amassar na máquina de pão, na batedeira com gancho, ou na mão - cerca de 15 minutos.
Unte uma tigela grande e coloque a massa nela, cubra com filme plástico e deixe dobrar de tamanho em um ambiente aconchegante, sem correntes de ar, por uma hora e meia. Esvazie a massa com seus punhos e   trabalhe com os nós dos dedos, para que saia todo o ar.
Leve à geladeira massa e continue esvaziando/socando a massa por quatro vezes a cada 30 minutos, em seguida, deixar a massa descansar refrigerado durante a noite.
No dia seguinte, unte com  manteiga uma forma para  12 muffins. Retire a massa da geladeira e divida em 12 porções e cada porção em quatro pequenas porções, tome uma bola e esmague como uma moeda para colocá-la na base dos moldes, coloque uma colher de doce em cada uma e depois coloque  as três bolas restantes ao longo de enchimento (como se vê na foto abaixo). Deixe crescer coberto com um pano de cozinha limpo em um lugar quente, de uma hora para uma hora e meia.
Preaqueça o forno a 200C. Coloque a forma com os brioches  em uma assadeira. Bata o ovo com uma colher de chá de água e pincele os brioches
Asse por 25 minutos até que estejam bem dourados

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Uma linda ideia...marcador de livros vintage


Para as minhas amigas prendadas que adoram coisinhas lindas...
Achei um charme, mas infelizmente de trabalhos manuais eu não entendo nada...que pena, ia gostar muito de marcar meus livros assim, pois tenho até vergonha de mostrar aqui pra vocês como são os meus marcadores de livros...deixa pra lá, aproveitem a ideia e mãos à obra meninas!

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Salada de abacate e atum...e os filmes bizarros, mas maravilhosos que tenho assistido

Salada de abacate e atum pode parecer bizarro pra você, mas eu adorei essa mistura!
Simplicidade na medida certa, poucos ingredientes que juntos fizeram a alegria do meu paladar!
Não vou saber te dar uma receita, mas se você se sentiu tentado, eu fiz assim:
A polpa de um abacate grande picada, uma lata de atum escorrido, um punhado de azeitonas pretas picadinhas, meia cebola roxa ralada, uma pimenta vermelha sem as sementes picadinha e os temperos: suco de limão,  
azeite com vontade, colherzinha de maionese light, sal, pimenta do reino.
Advinha? Comi feliz e saltitante!
Gosta de cinema? Qual estilo de filmes você prefere?
Eu já disse várias vezes aqui no blog que tenho preferência por filmes europeus não é? 
Os franceses são os meus favoritos, mas tenho descoberto alguns outros, de nacionalidades distintas que tem me agradado também.
Alemães, turcos e escandinavos são também sempre muito bons, embora seja bem mais difícil seguir os diálogos.
Já que eu falei de uma salada "bizarra", vou deixar aqui para você, que também gosta de filmes, digamos, particulares, duas indicações de filmes, mesmo que um deles tenha vindo dos americanos de Hollywood, eu achei que valeram muito a pena, tentei indicar às minhas irmãs, e para alguns amigos, mas não tive sucesso, todo mundo achou "diferente" demais...quem sabe aqui eu terei mais sorte?

Vamos lá, eu gostaria de indicar para você estes aqui: 

A vida do professor Germain (Fabrice Luchini) não estava lá essas coisas. Ele já não escondia seu cansaço de lidar com alunos cada vez mais idiotas e incentivá-los a ler para poder escrever melhor era um martírio que parecia não ter fim. Um dia, uma supresa. No meio de textos desprezíveis uma redação altamente sedutora e, melhor, com um final em aberto. Nela, o adolescente Claude (Ernst Umhauer) relata seu contato com a família de um colega, salienta sua intenção de fazer parte daquele núcleo e, em especial, seu desejo pela mãe do amigo, vivida pela sempre exótica (Emmanuelle Seigner). Animado com o estilo da escrita e também com essa coisa edipiana, o adulto incentiva a continuidade a cada novo encontro, o jovem atende ao pedido, mas esconde um detalhe nas entrelinhas: não fazia ficção, vivia uma realidade.
Qual é a importância do sexo para a formação de uma pessoa? Esta questão é a aflição maior de Mark O'Brien, poeta e escritor que desde a infância está preso a um imenso aparelho, apelidado de "pulmão de aço", devido à poliomielite. Sem poder mexer os músculos do corpo, com exceção da cabeça, ele leva uma vida repleta de limitações, entre elas a de sair de sua própria casa – seus pulmões aguentariam trabalhar sozinhos apenas por cerca de três horas. Mark leva a vida com um certo humor irônico, sem reclamar de sua situação. Entretanto, por jamais ter tido uma experiência sexual, ele se sente incompleto. É a partir deste ponto que o diretor Ben Lewin desenvolve uma história delicada, não apenas pelo modo como é desenvolvida mas também por abordar questões que, ainda hoje, são consideradas tabus.

Fonte: http://www.adorocinema.com

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Queijadinhas de leite condensado


Um docinho muito gostoso para acompanhar aquele cafezinho que você gentilmente preparou para sua visita,
Queijadinha é uma delícia, ninguém resiste, olha só!


Ingredientes:
3 ovos
1 lata de leite condensado
100 g de manteiga
5 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de queijo-de-minas meia cura ralado
200 g de coco seco ralado
1 xícara (chá) de açúcar

Modo de Preparo:
Passe as gemas pela peneira, junte as claras e bata com um batedor de arame por cerca de 30 segundos. Junte o leite condensado e a manteiga, misture bem e adicione a farinha, o queijo e o coco aos poucos, mexendo até ficar homogêneo. Coloque forminhas de papel dentro de formas de empada. Despeje a massa e leve ao forno médio-alto (200°C), preaquecido, por cerca de 35 minutos ou até dourar. Reserve. Misture o açúcar com uma xícara (chá) de água e leve ao fogo sem mexer. Espere engrossar até obter ponto de fio. Distribua sobre as queijadinhas. Sirva.