sábado, 20 de abril de 2013

Abóbora recheada com carne seca e requeijão



Hoje é sábado, um dia friozinho de outono pede uma comida aconchegante,
A abóbora recheada foi uma ótima opção,
Aproveitando a deliciosa carne seca da Paineira preparei essa delícia para o deleite dos meus companheiros de mesa,
Tenho certeza que todo mundo vai adorar, você não acha?
Eu uso sempre a abóbora moranga para rechear, mas você pode usar a abóbora que encontrar, vai ficar ótima do mesmo jeito!

Moranga com carne seca 

Ingredientes:
500 g de carne seca dessalgada, cozida e desfiada 
1 xícara (café) de azeite 
1 dente de alho grande picado 
1 cebola média picada, cortada em rodelas 
1 pimentão vermelho pequeno
1 pimenta malagueta pequena 
1 lata de molho de tomate 
2 cubinhos de caldo de carne 
Salsa picada a gosto 
1 abóbora moranga grande 
200g de requeijão cremoso 

Modo de Preparo:
Refogue no azeite o alho, a cebola e o pimentão 
Acrescente a carne seca, refogue rapidamente e acrescente o molho de tomate, o caldo de carne e a pimenta bem picadinha e cozinhe por 10 a 15 minutos 
Desligue o fogo, acrescente a salsa picada e reserve 
Corte uma tampa na moranga e retire os caroços e fiapos, deixando - a como se fosse uma panela 
Feche a moranga com a própria tampa e leve ao forno alto, pré - aquecido por 40 a 60 minutos 
Para saber se está cozida espete um palito na casca, ele deverá penetrar com facilidade, 
Retire um pouco da polpa da abóbora e bata no liquidificador com um pouco do molho da carne para fazer um creme 
Recheie a moranga com a carne seca refogada misturada com o creme de abóbora, que já estarão aquecidos, e despeje o requeijão por cima, leve ao forno somente até que o requeijão derreta e sirva.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Frango assado com mel e gengibre

Mel, gengibre, molho de soja e canela fazem dessa receita de frango um prato especial!
Delícia que veio lá do Blog do Marbene, servido com um arroz de pimenta ficou perfeito,
Experimenta!

Ingredientes  (4 porções)
4 coxas e sobrecoxas de frango (juntas) sem pele
Sal a gosto, mas com juízo!
Folhas de 1 ramo de alecrim (1 colher sopa)
Pimenta do reino a gosto
50 ml de mel
50 ml de molho de soja (shoyu)
1 colher (sopa) de gengibre bem picado
1 pau de canela
1 colher (sopa) bem cheia de manteiga

Preparo
Coloque o frango numa forma refratária e tempere-o com sal, o alecrim bem picado e a pimenta.
À parte, misture o mel com o molho de soja, o gengibre e banhe as coxas e sobrecoxas. Junte o pau de canela para em seguida vedar o pirex com filme-plástico, levando-o à geladeira por ao menos 2 horas, virando-as na metade do tempo.
Aqueça o forno a 180º C. Retire o frango da geladeira e banhe com o tempero. Corte a manteiga em pedacinhos e disponha sobre as peças. Leve ao forno por cerca de 45 minutos, pincelando de vez em quando com o molho que se formará no fundo da assadeira ou até que a carne esteja macia e vermelhinha.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Um hotel aonde você pode comer de tudo, inclusive o próprio hotel!


Foi inaugurado no Soho, centro de Londres, o primeiro hotel do mundo feito inteiramente de guloseimas



O hotel-sonho comestível oferece aos seus hóspedes: almofadas de esponja de baunilha; um tapete feito com 1081 merengues, janelas e paredes revestidas com 2.000 macarons; guirlandas de marshmallow; bancadas feitas de bolo, e ainda um banho cheio de caramelos; pipoca e livros comestíveis sobre a mesa de cabeceira.



Na criação do hotel comestível de três andares e oito quartos, a equipe de 14 confeiteiros gastou mais de 2.000 horas de cozimento, 900 horas de decoração, e 600 kg de açúcar.



Cada uma dos oito quartos foram inspirados por várias regiões do mundo e contem decorações únicas: 
Este por exemplo é o quarto Piratas do Caribe, com um baú cheio de pérolas comestíveis, entre outras gulodices



Logicamente existe uma enorme campanha de marketing por trás de um  lançamento como este, no caso, a marca de doces Tate & Lyle Sugars financiou todo o projeto para lançar no mercado novos sabores das suas guloseimas já consagradas.



Devo ir a Londres brevemente, mas será uma pena que eu não tenha tempo para conferir de perto este hotel tão bizarro...

domingo, 14 de abril de 2013

Pão com azeite, alecrim e uvas passas


Acho que não preciso de dizer, você já sabe bem...
Aquela minha história de viajar na comida, não, não foi proposital, mas ao dar a primeira mordida nesse pão eu viajei...
Gente, como eu fui longe...voei imediatamente até a cidade de Perugia, na Itália - onde eu vi os arbustos de alecrim plantados nos canteiros das ruas, crescendo livres feito mato...
Se eu fechar um pouco meus olhos agora eu posso senti-los...a impressão que eu tive foi de que a cidade de Perugia, famosa pelos seus chocolates tinha cheiro de alecrim...
Agradeço à minha amiga Maísa por me ter permitido esse enorme prazer!



Pão com azeite, alecrim e uvas passas 

Ingredientes:
*600 g de farinha de trigo
*2 colheres (chá) de fermento biológico instantâneo
*100 ml de azeite extravirgem
*2 colheres (chá) de sal marinho, mais um pouco para salpicar (usei flor de sal)
*2 colheres (sopa) de leite em pó
*2 colheres (chá) de erva-doce triturada 
*1 colher (sopa) de alecrim fresco picado
*280 ml de água
*100 g de uvas-passas
*raminhos de alecrim para decorar

Como fazer:
Misture todos os ingredientes da massa, menos as uvas-passas. Adicione a água aos poucos, e sove até obter uma massa lisa e elástica.
Estique a massa numa superfície enfarinhada. Espalhe as uvas-passas e sove mais um pouco, para incorporá-las bem.
Coloque a massa em uma superfície enfarinhada.
Modele-a em um círculo. Faça um buraco no centro com os dedos. Alargue-o até obter o formato de um anel com um buraco central de 10 cm de diâmetro.
Coloque a massa em uma assadeira grande untada e cubra com papel filme. Deixe o pão crescer em local quente por cerca de 45 minutos, ou até quase dobrar de tamanho.
Faça talhos na massa com uma faca enfarinhada e salpique ramos de alecrim e sal marinho. Asse em forno preaquecido a 220ºC por 40 minutos, até o pão crescer e dourar. Se os ramos de alecrim começarem a tostar, substitua-os e cubra a assadeira com papel-alumínio.