sexta-feira, 31 de maio de 2013

Trança doce com leite condensado


O tempo esfriou pra valer, e ontem foi pra nós feriado, imagina "meu povão" em casa sem ter o que comer? 
Claro, pois mesmo a geladeira estando lotada de frutas, queijos, embutidos, iogurtes e afins, o " Mâe não tem nada de bom nessa casa pra gente comer!!!!" é constante né?
A Mãe então vai, na intensão infinita de agradar à sua família, 
Saiu essa trança com leite condensado, "meu povão" aprovou...e ainda bem que renderam dois pães grandes, porque um só foi pouco viu?


Ingredientes:
15gr de fermento biológico fresco ou 1 envelope de fermento biológico seco
1 xícara (chá) de leite morno
2 colheres (sopa) de açúcar
4 ovos
1 lata de leite condensado
1/2 xícara (chá) de óleo
1 kg de farinha de trigo
Leite condensado extra para regar


Modo de Fazer:
Aqueça o forno
Dissolva o fermento no leite com o açúcar, junte os ovos, o leite condensado e o óleo.
Misture bem
Aos poucos adicione a farinha de trigo e trabalha e a massa até ficar
homogênea, lisa e macia.
Cubra-a e deixe descansar até dobrar de volume
Amasse novamente para que saia todo o ar e então forme uma trança, ou duas nesse caso.
Cubra o seu pão com um pano limpo em lugar protegido até que dobre o volume 
Coloque com cuidado numa assadeira untada, pincele com gema e leve ao forno pré aquecido até que fique dourado
Ainda quente, regue com leite condensado, e polvilhe com coco ralado se gostar. 


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Nessa vida nem tudo são flores...


Nessa vida nem tudo são flores...
Já dizia o antigo "ditado"


Por que não usar então vegetais para um bouquet?


Ficaram lindos esses aspargos,


A noiva que entra na Igreja com uma "salada" nas mãos? 
Por que não?



Os tubérculos com suas raízes trazem a força da terra, 


Verdes vitaminados, a beleza e a perfeição da natureza 


E um bouquet todo amarelo, mostrando o que a natureza embrulha de presente pra você!

fotos do Pinterest

terça-feira, 28 de maio de 2013

Polenta grelhada com queijo de cabra e tomates assados


Aqui você já sabe como funciona: Tem dia que tem receita, tem dia que tem ideia, ou apenas sugestão...que você segue, se quiser, se não quiser seguir à risca copia, aproveita, modifica, faz do seu jeito, afinal, a sua comida tem que ter a sua cara não é verdade?

Coisinha rápida pra hora do almoço:

1.um pacote de polenta pronta (mas é claro que você pode preparar a sua polenta com todo o carinho e amor) porque a vida é corrida pro meu lado
cortadinha em fatias finas e depois grelhadas rapidamente com um fiozinho de azeite
2.fatias fininhas de queijo de cabra (ou qualquer queijinho que você tiver à mão)
3.e depois os tomatinhos tipo sweet grape que foram assados assim:
assadeira untada com bastante azeite, tomatinhos partidos ao meio polvilhados com flor de sal, pimenta preta moída na hora, chuvinha fina de tomilho ou orégano e mais azeite - forno até que estejam macios mas não desmanchando
4.folhinha de manjericão só pra dar um charme, pimentinha moída e mais azeite...por que eu gosto assim!

E você? Faria assim, ou faria tudo diferente?

domingo, 26 de maio de 2013

New York é pra comer!


Se você me perguntar qual a minha cidade preferida no mundo para passear, eu te direi que são três, sim, a princípio eu escolho Paris em primeiro lugar, sou apaixonada pela atmosfera romântica e encantadora da Cidade Luz, em segundo lugar eu escolho Nova Iorque, onde afinal você pode estar em qualquer lugar do mundo apenas atravessando a rua, ou mudando de um bairro a outro. 
E por fim, mas não necessariamente nessa ordem, eu escolho o meu querido Rio de Janeiro: não conheci ainda uma orla mais linda e um povo mais de alegre e de "bem com a vida" que o carioca!


Mas o que eu quero mostrar pra vocês nesta postagem é a comida despretensiosa que podemos encontrar pelas ruas da Big Apple, nada de restaurantes caros, estrelados, famosos e aonde seria preciso fazer reservas com meses de antecedência
As padarias de diversas nacionalidades, onde os pães que você nunca poderá ter experimentado na vida estão ali, ao seu dispor para serem degustados com com um café, chá ou acompanhados de um docinho da sua preferência
Você pode ainda levar pra casa a sua torta preferida para comemorar em alto estilo logo mais




As "Berries" em todos os seus tons de vermelhos, púrpuras e violetas, que por serem difíceis de serem achadas aqui no Brasil fazem a festa do meu paladar!


Comidinha de rua, à vontade nas barraquinhas que você pode achar em qualquer esquina: de manhã eles tem um café rápido, um bagel ou muffin e um café preto, ou chocolate quente para os apressados que estão indo ao trabalho, já pela hora do almoço geralmente são servidos os famosos hot dogs, comida de inspiração árabe e alguns indianos e mexicanos também...comida em pratinhos de papelão ao gosto do freguês que na correria da grande metrópole não tem oportunidade nem tempo, ou mesmo recursos para se sentar num restaurante para fazer a sua refeição


Cupcakes, um ícone da confeitaria americana podem ser saboreados nos mais diversos sabores, combinações e formatos, como o famoso Red Velvet, massinha vermelha de chocolate com cobertura de cream cheese - um dos campões de preferência!



Nas muitas feiras ao ar livre ou nos inúmeros mercados como o Chelsea  Market por exemplo, eu me perco nas muitas lojas de especiarias e utensílios gastronômicos, olha essa loja de facas por exemplo, não é deixar qualquer apaixonado por gastronomia alucinado?



As livrarias e museus também tem sempre uma ala reservada aos amantes da cozinha e do bem comer, Vietnamita ou Marroquina, você pode se aventurar na cozinha que você preferir!


Um fast food marroquino, como me disse o solícito atendente da barraquinha de comida daquele país que se tornou ainda mais simpático quando soube do nossos planos de conhecer o seu país brevemente

A Thailândia sempre muito bem representada na cidade, já que a colônia do país é bem grande e  a aromática gastronomia thai é sempre muito apreciada não só em Manhattan, mas em todos os EUA




E por fim, como não poderia deixar de ser, a Itália, com seus milhares de descendentes que desembarcaram no país a partir do século XIX deixando aqui uma fortíssima influência gastronômica que pode ser sentida principalmente no famoso bairro de Little Italy,onde o meu querido "Italiano" se sente bem feliz saboreando um "splendido spaghetti"!