sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Pão de Gorgonzola e Nozes


Quando minha querida amiga Léia do sempre delicioso cucchiaiopieno publicou a receita desses pãezinhos eu já fiquei de olho.
Afinal, gorgonzola é um dos (se não for o primeiro do hanking) meus queijos preferidos, e juntando com as nozes a combinação fica perfeita!
Pãezinhos macios, de sabor marcante, ideais para acompanhar a sua pastinha preferida, aquele azeite especial, ou mesmo puro, quentinho, com aquela taça de vinho que você escolhe sempre com tanto esmero.
O pãozinho é especial, tem sabor de Itália, de bons momentos, recordações que nunca vão deixar a minha memória!

Pão de nozes com gorgonzola

Ingredientes para 12 pãezinhos:
350 gr de farinha para pão
350 gr de farinha de trigo integral
7 gr de fermento seco biológico
1 colher (chá) de sal
200 ml de leite integral morno
250 ml de água morna
180 gr de queijo gorgonzola, cortado em cubos
90 gr de nozes picadas em pedaços
Azeite de oliva extravirgem

Modo de preparo:
Em um recipiente coloque as farinhas, o fermento e o sal. Despeje o leite e a água e misture com uma colher de pau, se necessário adicione um pouco de farinha até obter uma massa elástica que não grude nas mãos. Amasse vigorosamente com as mãos em uma superfície de trabalho por uns dez minutos. Adicione as nozes e queijo gorgonzola e amasse até que o gorgonzola misture ao composto. Coloque a massa em um recipiente (de preferência de vidro ou metal) levemente untado com azeite , cubra-o com filme plástico e deixe crescer por uma hora em um lugar escuro, quente e longe de correntes de ar.
Pegue a massa que cresceu e misture novamente por alguns minutos em uma superfície levemente enfarinhada. Divida a massa em 12 bolas e coloque-as em uma assadeira untada, com o cuidado de deixar um bom espaço entre elas, pois crescerão ainda mais. Cubra e deixe crescer por mais 45 minutos.
Préaqueça o forno a 200 °C. Coza os pãezinhos na parte central do forno por 20 minutos, até ficarem dourados. Eles estarão cozidos, quando um palito sair seco dos pãezinhos. Retire-os da assadeira e deixe-os esfriar um pouco antes de servir.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Presentes que a natureza nos dá...


Outro dia navegando na internet descobri a foto dessa espiga de milho, e pensei que fosse a foto de algum objeto de decoração, alguma coisa pra dar de presente...sei lá o que mais as pessoas poderiam querer para enfeitar ou decorar sua casa de uma maneira criativa, não é?
Depois, movida pela minha curiosidade, fui descobrir que essa espiga de milho é de verdade, foi cuidadosamente desenvolvida no estado americano de Oklahoma, por um agricultor de nome Carl Barnes, descendente de índios Cherokees à partir de sementes que ele foi separando e combinando durante muitos anos - estamos falando do início do século passado - até chegar ao "quase" resultado que se conseguiu hoje.



Aproximando-se do final de sua vida , Barnes concedeu sua coleção preciosa de sementes para Greg Schoen, um de seus protegidos, que então procurou um lugar seguro para guardar a sua amostra e garantir a sua segurança.


Atualmente aos "cuidados" de uma multinacional, as sementes da variedade batizada de "Gem Glass" são vendidas mediante disponibilidade aos interessados.


Mas um aviso a quem interessar:
A variedade Gem Glass é mais bonita que gostosa, pois trata-se de um milho duro, que se presta somente para fazer farinha ou para fins puramente ornamentais.



O que eu achei mais interessante na reportagem foi a mensagem que o descobridor dessa variedade de milho nos deixou:
" Para criar um ambiente mais colorido, mais diversificado e abundante só é preciso uma semente de cada vez"

A natureza nos traz presentes, e mesmo que os homens os modifiquem conforme suas necessidades continuam sendo presentes de Deus.

Fonte: http://www.nativeseeds.org

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Biscoitos amanteigados de pistache


Sou viciada em biscoitinhos, isso vocês já sabem...afinal, aqui no blog tem algumas muitas receitas de biscoitos...
Escolha a sua aqui: http://www.eternosprazeres.com/search/label/Biscoitos

Essa é mais uma delícia que veio do technicolor kitchen e que me fez muito, mas muito feliz!
Recomendo muito, se você é como eu e adora biscoitinhos amanteigados com uma boa xícara de café, aproveita!


Biscoitos amanteigados de pistache

- xícara medidora de 240ml 

1 xícara (226g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
¾ xícara (150g) de açúcar cristal
1 ovo grande
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 ½ xícaras + 2 colheres (sopa) - 370g no total - de farinha de trigo, peneirada
½ colher (chá) de sal
112g (4oz) de pistaches, levemente tostados, frios, picadinhos, passados por uma peneira para remover o pozinho fino que resulta do corte
cerca de 1/3 xícara (66g) de açúcar cristal extra, para envolver os cilindros de massa


Na tigela grande da batedeira, com o batedor em formato de pá, bata a manteiga e o açúcar em velocidade média até obter um creme claro. Raspe as laterais da tigela ocasionalmente. Junte o ovo e a baunilha e bata para incorporar. Em velocidade baixa, junte a farinha e o sal, misturando apenas até incorporar. Com uma espátula de silicone, misture o pistache.
Divida a massa em duas partes iguais e coloque cada metade em um pedaço grande de papel manteiga; forme um cilindro de aproximadamente 3,5cm de diâmetro com a massa, fechando-a dentro do papel manteiga usando uma régua – como a Martha faz aqui. Feche as pontas e leve ao freezer até firmar bem.

Pré-aqueça o forno a 180°C; forre duas assadeiras grandes com papel manteiga. Desembrulhe um dos cilindros de massa (mantenha o outro no freezer). Role o cilindro de massa sobre o açúcar extra, até cobrir bem. Corte em fatias de 6mm e coloque-as nas assadeiras preparadas deixando um espaço de 2,5cm entre uma e outra. Asse por 15-20 minutos ou até que os biscoitos estejam firmes e uniformemente dourados na parte inferior. Deixe esfriar nas assadeiras sobre gradinhas por 5 minutos e então remova com jeitinho e transfira para as gradinhas. Deixe esfriar completamente. Repita o processo com o outro cilindro de massa.