sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Delícia de caramelo e chocolate...porque presentear com comida também é bom!


Não adianta, não sou uma pessoa natalina...
Gosto do Natal, mas sofro um pouco nessa época do ano, seja pelo esquecimento do verdadeiro espírito da coisa, seja pela abundância de uns, e a falta de outros, seja pela loucura desenfreada que toma conta das pessoas, parecendo que estamos vivendo os últimos dias antes do Fim do Mundo...
Mas o Natal está aí, batendo à porta, e temos que retribuir o carinho, o amor, e a amizade com que somos distinguidos durante todo o ano.
Cozinhar me faz bem, e acho que um mimo feito por nós mesmos aquece o coração de quem recebe.
Foi assim, meio que pra esquecer, e meio que para lembrar, que saíram esses caramelos da minha cozinha...

Ingredientes:

Base:
225g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
180g de manteiga derretida
50g de açúcar
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Caramelo fingido:
125g de manteiga
100g de açúcar
2 colheres (sopa) de glicose de milho (aquela dourada)
1 lata de leite condensado

Cobertura:
250g de chocolate meio amargo picado e derretido

Modo de preparo:

Base:
Pré-aqueça o forno a 180graus. Forre uma forma quadrada de aproximadamente 20cm com papel alumínio.
Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até formar um creme claro e macio. Em velocidade baixa, acrescente a farinha de trigo, o fermento, o sal, e o extrato de baunilha. Mexa até ficar homogêneo.
Espalhe essa mistura na assadeira e leve ao forno até que fique dourado (cerca de 15 minutos). Retire do forno e espere esfriar.

Caramelo fingido:
Em uma panela, coloque todos os ingredientes e leve ao fogo baixo até que comece a ferver. Quando iniciar a fervura, conte cerca de 7 minutos e desligue. Deixe esfriar um pouco.

Montagem:
Coloque o caramelo por cima da base. Espere que esteja frio e então cubra com o chocolate derretido.
Assim que endurecer o chocolate, corte em quadrados.


Receita que veio daqui

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Kouglof...Um presente dos Reis Magos


Chamado de Kouglof, Kougelhofe ou ainda Gugelhupf, em alemão, este misto de bolo e pão, originário da Alsácia, região francesa fronteiriça com a Alemanha, é uma especialidade da culinária típica daquela parte tão linda do país.
Para sua confecção são usadas formas especiais, fabricadas em cerâmica ou cobre, que são verdadeiras jóias de família, passando muitas vezes de geração em geração. 
Conta a lenda que a massa de Kouglof foi elaborado pela primeira vez pelos Reis Magos como uma forma de agradecer a um padeiro local chamado Kugel pela sua hospitalidade, confeccionando então um bolo que tivesse a forma dos seus turbantes.
Verdade ou nem tanto assim, o Kouglof continua sendo servido em todas as confeitarias Alsacianas, geralmente acompanhado por uma taça do vinho local, o Riesling.
Mesmo sem ter à mão uma forma apropriada, foi depois de um evento sobre a Gastronomia e Enologia da Alsácia que eu resolvi arriscar e preparar meu próprio Kouglof.
Não me arrependo, pois eu adorei o resultado!

Foto da internet


Usei a receita que veio deste blog.

Kouglof de Muriel

- 300 gramas de farinha
- 50 gramas de açúcar
- 15 gramas de fermento biológico fresco 
- 120 ml de leite morno
- 3 ovos, levemente batidos
- 1 colher de sopa de rum escuro ou kirsch
- 120 gramas de manteiga , em temperatura ambiente e em cubos , além de uma outra parte para untar a  forma
- Uma boa pitada de sal 
- 35 gramas de amêndoas fatiadas
- 45 gramas de uvas passas, embebidas durante a noite em água morna ou chá e drenadas
- Algumas amêndoas inteiras ou um pouco mais amêndoas fatiadas para a forma 
- Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Para uma forma de 22cm

Misture a farinha e o açúcar em uma tigela grande. 
Em uma tigela pequena, misture o fermento fresco com o leite e mexa até amolecer. 
Formar um buraco no recipiente onde está a farinha e despeje a mistura de leite , ovos e rum. 
Misture tudo com uma colher de pau.
Bater a massa vigorosamente por 10 minutos, e depois adicionar a manteiga amolecida em cubos , e continuar a trabalhar com a massa mais 10 minutos ou mais, até que se torne elástica. 
Esteja avisado que a massa é muito pegajosa , se você tem uma batedeira com um gancho de massa , agora seria um bom momento para usá-lo. 
A massa vai ser batida até que não fique mais tão grudenta e sim mais elástica, lisa e macia
Adicione as amêndoas e passas escorridas , e misture novamente (com delicadeza)
Cubra a tigela com um pano de prato e deixe a massa crescer por 30 minutos em um local quente da casa. 
Após a primeira subida da massa, dê um leve "soco" para baixo da massa e sove-a brevemente novamente.
Unte a forma com generosidade. 
Coloque uma amêndoa inteira em cada sulco do molde (ou polvilhe com amêndoas fatiadas). 
Despeje a massa na forma e volte para o lugar quente. 
Deixe a massa crescer até encher a forma, cerca de 1 hora mais.
Pré-aqueça o forno a 180 ° C.
Coloque o kouglof no forno e asse por 45 minutos, até que esteja dourado
Se a parte superior dourar muito rápido, proteja com um pedaço de papel alumínio ou papel manteiga.
Deixe esfriar completamente sobre uma grelha, cerca de 2 horas, antes de desenformar. 
Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva com geleia, mel ou manteiga.