quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Água aromatizada, para driblar o calor absurdo deste Verão


Não me lembro de termos tido nos últimos tempos um Verão tão absurdo, com temperaturas tão altas e sem nenhuma chuva como temos presenciado nestes últimos meses.
A "coisa" está feia, haja imaginação para dar conta de tanto calor!
Sou fã de refrigerante, infelizmente tenho que confessar, uma Coca Zero pra mim é alegria pura. Mas de tanto ouvir por aí que Coca Cola faz mal, Coca Cola faz mal, resolvi, quer dizer, tenho resolvido aos poucos, trocar a minha amada Coca por líquidos mais saudáveis. Sucos naturais e água fresca tem entrado na minha vida pra valer, ainda que eu morra de saudades da bendita!
Outro dia, num calor fenomenal, recebi alguns amigos em casa e na falta de algo mais adequado, servi foi água mesmo, mas assim, com fatias de limão e folhinhas de hortelã da minha horta e bastante gelo, a jarra ficou até bem simpática, e todo mundo gostou; até eu...hehehe...confesso que pela primeira vez não senti falta da Coca Cola!
Fica a minha ideia, e pra descontrair e te ajudar no calorão, leia essa crônica do Veríssimo - olha se não é bem a "nossa" cara nas temporadas de verão na praia...Oh Maldade!!!!


O Verão
(Luís Fernando Veríssimo) 

Verão também é sinônimo de pouca roupa e muito chifre, pouca cintura e muita gordura, pouco trabalho e muita micose.
Verão é picolé de Kisuco no palito reciclado, é milho cozido na água da torneira, é coco verde aberto pra comer a gosminha branca.
Verão é prisão de ventre de uma semana e pé inchado que não entra no tênis.
Mas o principal ponto do verão é... a praia! Ah, como é bela a praia.
Os cachorros fazem cocô e as crianças pegam pra fazer coleção.
Os casais jogam frescobol e acertam a bolinha na cabeça das véias.
Os jovens de jet ski atropelam os surfistas, que por sua vez, miram a prancha pra abrir a cabeça dos banhistas.
O melhor programa pra quem vai à praia é chegar bem cedo, antes do sorveteiro, quando o sol ainda está fraco e as famílias estão chegando.
Muito bonito ver aquelas pessoas carregando vinte cadeiras, três geladeiras de isopor, cinco guarda-sóis, raquete, frango, farofa, toalha, bola, balde, chapéu e prancha, acreditando que estão de férias.
Em menos de cinqüenta minutos, todos já estão instalados, besuntados e prontos pra enterrar a avó na areia.
E as crianças? Ah, que gracinhas!
Os bebês chorando de desidratação, as crianças pequenas se socando por uma conchinha do mar, os adolescentes ouvindo seus MP5s enquanto dormem.
As mulheres também têm muita diversão na praia, como buscar o filho afogado e caminhar vinte quilômetros pra encontrar o outro pé do chinelo.
Já os homens ficam com as tarefas mais chatas, como perfurar o poço pra fincar o cabo do guarda-sol.
É mais fácil achar petróleo do que conseguir fazer o guarda-sol ficar em pé.
Mas tudo isso não conta, diante da alegria, da felicidade, da maravilha que é entrar no mar!
Aquela água tão cristalina, que dá pra ver os cardumes de latinha de cerveja no fundo.
Aquela sensação de boiar na salmoura como um pepino em conserva.
Depois de um belo banho de mar, com o rego cheio de sal e a periquita cheia de areia, vem aquela vontade de fritar na chapa.
A gente abre a esteira velha, com o cheiro de velório de bode, bota o chapéu, os óculos escuros e puxa um ronco bacaninha.
Isso é paz, isso é amor, isso é o absurdo do calor!!!!!
Mas, claro, tudo tem seu lado bom.
E à noite o sol vai embora. 
Todo mundo volta pra casa tostado e vermelho como mortadela, toma banho e deixa o sabonete cheio de areia pro próximo.
O Shampoo acaba e a gente acaba lavando a cabeça com qualquer coisa, desde creme de barbear até desinfetante de privada.
As toalhas, com aquele cheirinho de mofo que só a casa da praia oferece.
Aí, uma bela macarronada pra entupir o bucho e uma dormidinha na rede pra adquirir um bom torcicolo e ralar as costas queimadas.
O dia termina com uma boa rodada de tranca e uma briga em família.
Todo mundo vai dormir bêbado e emburrado, babando na fronha e torcendo, pra que na manhã seguinte, faça aquele sol e todo mundo possa se encontrar no mesmo inferno tropical.
Qualquer semelhança com a vida real, é uma mera coincidência.

10 comentários:

  1. Olá Renata

    Gostava de poder dizer o mesmo... mas o tempo em Portugal está péssim... chuva e frio... mas fica a sugestão para o verão. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Renata,
    Ah,ah,ah - "Qualquer semelhança com a vida real, é uma mera coincidência." Gosto muito do humor, das crônicas do Luís F Veríssimo.
    Já tomei refrigerantes, hoje sou fã dos drink naturais sem álcool, gostei dessa água saborizada, com este calor é o que mais refresca e ainda hidrata.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir
  3. Apesar daqui ser o contrário essa agua aromatizada era muito bem vinda .
    Esta linda
    bj

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    Que sorte ai estar calor, aqui em Portugal está mesmo muito frio e muita chuva. é bom ver essas cores fantásticas e ansiar pelo verão.
    Bjs, Susana
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/
    https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

    ResponderExcluir
  5. Nem me fale amiga, o Veríssimo tem razão é um verdadeiro inferno tropical!! Ontem fui parar no hospital, passando super mal de tanto calor, minha pressão foi no pé…tomei muito soro…aff...e olha que estou acostumada com as altas temperaturas cariocas. Enfim, agora que estou de repouso em casa, essa sua sugestão é boa demais. Vou fazer e tenho certeza que vou me recuperar ainda mais rápido com essa águinha aromatizada bem saborosa, que hidrata e refresca!! Beijocasss

    ResponderExcluir
  6. Ri muito lendo o texto... mas adorei a sugestão da água aromatizada.

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Kkkkkkk, fiquei horrorizada com esse verão do Veríssimo!
    Somente essa tua água aromatizada para refrescar as ideias e substituir a coca-cola:-)
    Bjo grande
    Léia

    ResponderExcluir
  8. Cuando el calor aprieta hay que tomar bebidas que nos ayuden a calmar la sed.
    Por aquí ahora estamos en invierno, hace frío y hemos tenido algunas lluvias y viento.
    Besos.

    ResponderExcluir
  9. Olá, minha linda amiga,

    A idéia das águas aromatizadas é ótima porque, eu, por exemplo,
    não sou de beber muita água, e essas a gente bebe sem sentir, rsrs. A sua
    jarra ficou muito atraente. Já o texto me fez rir, e também me fez lembrar do
    meu marido, que adora comer a "gosminha" do coco verde, rsrs.

    Um beijo e boa noite!

    ResponderExcluir
  10. Ótima sugestão Renata, tenho visto que a ideia de saborizar a água está se difundindo nesse verão gigantesco, mas ainda não experimentei...meu filho quer uma coca por dia e eu acabo sucumbindo junto!rsrsr
    Uma ótima sexta-feira p vc amiga, com uma chuva intensa e refrescante!

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo aqui,fique a vontade para deixar seu comentário!