sábado, 5 de julho de 2014

Peito de Frango com molho de mostarda...para um almoço sem complicações


De complicada já basta a vida...
Quantas vezes você já ouviu essa máxima? Milhares! 
Eu também, se bem que confesso que uma receita complicada muitas vezes me dá prazer...
Mas não, não foi o caso do meu almoço de hoje.
Hoje preferi simplicidade, muitos afazeres me mantiveram com certa "preguiça" do fogão.
Mesmo assim comi bem, aliás muito bem, pois o meu peito de frango com mostarda não me decepcionou!



Nada demais, aquele franguinho grelhado que você sabe fazer tão bem:
Peitos de frango cortados em filés não muito finos, passados por água quente com vinagre - mania minha para tirar o gosto forte e alguma sujeirinha desagradável.
Enxugo com papel toalha, tempero com o que tiver a mão: pouquinho de iogurte garante a maciez, o vinho branco aqui também vale!
Então tem sal, alho, pimentinha do reino - tudo em poucas quantidades, afinal, a mostarda já é salgada.
Fica na marinada por uma meia hora na geladeira.
Frigideira quente, azeite e manteiga nas mesmas proporções, tiquinho de um, tiquinho de outro.
Espera esquentar e frite os bifes até que estejam dourados.
Depois de todos prontos, um pouquinho mais de manteiga, fiozinho de azeite na panela "suja".
Uma cebola bem picadinha, esperar dourar, mas não queimar, cuidado!
Vinho branco ou clado de galinha para deglaçar.
Raspa bem o fundo pro seu molho ficar com uma cor bonita.
Acrescente agora a mostarda - eu uso mostarda Dijon, mas use aquela que você gostar.
Uma boa misturada, uma meia colherinha de mel só para equilibrar os sabores....e Voilá!
Sirva com seus bifes de frango, e seja bem feliz!


sexta-feira, 4 de julho de 2014

Pipoca, para torcer pelo Brasil!


Sim, você já viu este post aqui,
Mas é que procurando uma ideia pra logo mais, eu acabei pensando na mesma coisa.
Afinal, quem não gosta de assistir o futebol comendo pipoca?
Acho que a combinação é clássica, então, essa é a minha sugestão para você: faça bastante pipoca, e deixa à mesa as coberturas doces e salgadas para que cada um se sirva,
Com certeza sua torcida vai adorar!



segunda-feira, 30 de junho de 2014

Shortbreads de Parmesão da Nigella


Em primeiro lugar quero pedir desculpa à todos as pessoas que deixaram seus carinhosos comentários nas postagens abaixo. 
Não sei como nem porque, mas aconteceu aqui no meu blog uma "intervenção do além", que saiu apagando todos os comentários de algumas das minhas últimas postagens...vai entender!!!
Bom, mas passemos aos assuntos agradáveis, como estes biscoitinhos chamados "shortbreads" - receita da nossa diva Mrs. Nigella Lawson - que eu preparei no final de semana para receber alguns amigos em casa. 
Ficaram divinos e acompanharam bem todas as opções de bebidas que eu servi, portanto...
Recomendo!


Ingredientes:
150 gramas de farinha de trigo 
75 gramas de queijo parmesão ralado - use um queijo de boa qualidade, de preferência moído na hora.
100 gramas de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 gema de ovo 

Modo de Fazer:
Misture todos os ingredientes - pode usar batedeira ou processador de alimentos - mas não use as mãos (é sempre melhor trabalhar massa de biscoito sem contato manual, para que a massa não corra o risco de endurecer) até obter uma massa homogênea.
Divida a massa em dois e guarde a segunda parte na geladeira enquanto trabalha com a outra.
Agora usando as mãos, enrole-a em um cilindro, usando um plástico enfarinhado sem fazer força sobre ela, fazendo um rolinho de cerca de 3cm de diâmetro.  
Coloque o rolo na geladeira, em seguida, proceda da mesma forma com a metade restante da massa. 
Pré-aqueça o forno a 180ºC enquanto os cilindros de massa descansam na geladeira.
Corte a massa em fatias grossas e arrume em uma assadeira forrada com papel vegetal e leve ao forno por 15-20 minutos, até que estejam dourados. 



Obs: eu usei um cortador de biscoitos e polvilhei os meus biscoitinhos com os seguintes ingredientes: sementes de papoula, gergelim branco e castanhas de caju em metades.
Achei que deu um "charme nos biscoitinhos", mas não é obrigatório de maneira nenhuma, os seus shortbreads vão ficar deliciosos também sem cobertura.